Como testar sua webcam sem o GNOME

(Este artigo é parte integrante do Guia do Ubuntu Perfeito, o sucesso da aplicação deste artigo pode depender do sucesso das etapas anteriores)

Muitos novatos queixam-se com razão de que no Linux não ter um painel de controle onde se possa testar um dispositivo tão comum nos dias de hoje, a webcam.

Na realidade, nunca deveríamos ter que testar.

Deveríamos apenas plugar o aparelho e o mesmo já estar pronto para uso.

No entanto, não é bem assim.

Muitas vezes, o dispositivo foi reconhecido e está pronto para uso, porém o programa que fará uso dele pode não estar funcionando adequadamente. Assim, precisamos de um programa básico que apenas teste o funcionamento de nossa webcam, se funcionar, não há nada de errado com o aparelho plugado no Linux, mas mesmo assim não funcionar, digamos, com o Skype, o problema é com o Skype e suas configurações confusas.

Para testar o funcionamento de uma webcam, precisamos de um programa, eu recomendo ‘gucvview’, pois é bastante leve, apesar de ser baseado em Gtk+ não depende de bibliotecas do GNOME. Para instalar execute no   terminal :

sudo apt-get install guvcview

Após a instalação, dê um ALT+F2 e execute ‘guvcview’, o resultado deverá ser algo que venha de sua webcam :

Como pode ver (amo trocadilhos), é simples.

Usando a linha de comando para testar a webcam

Outra forma de realizar o teste, é observando os logs do Linux, assim ao plugar a webcam no sistema, veremos o que mudou.

Para testar o funcionamento de uma webcam, precisamos executar o seguinte processo :

  • desconectar a webcam de nosso sistema ;
  • observar o log do sistema, executando o comando :
tail -f /var/log/messages
  • plugar a webcam na porta USB e observar o log, se aparecer algo como :
Jan  5 14:27:01 worklab kernel: [19013.914842] gspca: video0 released
Jan  5 14:27:18 worklab kernel: [19031.408023] usb 1-1.3: new full speed USB device using ehci_hcd and address 6
Jan  5 14:27:18 worklab kernel: [19031.513611] gspca: probing 0ac8:301b
Jan  5 14:27:19 worklab kernel: [19031.781390] zc3xx: probe sensor -> 000a
Jan  5 14:27:19 worklab kernel: [19031.781395] zc3xx: Find Sensor PB0330. Chip revision 0
Jan  5 14:27:19 worklab kernel: [19031.781963] input: zc3xx as /devices/pci0000:00/0000:00:1a.0/usb1/1-1/1-1.3/input/input5
Jan  5 14:27:19 worklab kernel: [19031.782105] gspca: video0 created
Jan  5 14:27:19 worklab kernel: [19031.782111] gspca: found int in endpoint: 0x82, buffer_len=8, interval=10

Então acabamos de identificar a presença da webcam, aqui chamado de :

Jan  5 14:27:19 worklab kernel: [19031.782105] gspca: video0 created

Assim vamos apenas renomear video0 para /dev/video0 em nossos próximos testes.

Agora que sabemos que o nosso dispositivo está conectado em /dev/video0, podemos usar qualquer programa que seja capaz de exibir um vídeo, por exemplo, o mplayer :

mplayer tv:// -tv driver=v4l2:width=640:height=480:device=/dev/video0

Onde /dev/video0 foi o device que observamos aparecer na execução do comando ‘tail -f /var/log/messages’.

E então observamos se 0 vídeo aparecerá corretamente :

Como pode ver (de novo), é simples.

Conclusão

Se nos testes, sua webcam não funciona, nem tente usa-la em outros programas, pois a mesma não funcionará. Não existe a possibilidade de sua webcam, por exemplo, funcionar no Skype e não funcionar nos testes acima.

Se nos testes, sua webcam funciona, então em qualquer programa para Linux funcionará, mas se não funciona no seu aplicativo desejado (Skype, aMSN, Kopete,….) então provavelmente seja uma deficiência da configuração deste programa ou bug.

Neste artigo você aprendeu a diagnosticar o funcionamento de uma webcam  no seu KDE.

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: