Arquivo de novembro \24\UTC 2006

'PC Conectado' é sabotado por 'Windows Starter'

Muito se tem comentado sobre o ‘Computador para todos’ ou ‘ PC Conectado’, um programa do governo federal para tornar possivel a todas as familias de classes menos favorecidas a terem seu primeiro computador. A idéia é muito boa, no entanto, parece que muitos trocaram o Linux do PC Conectado por outras iniciativas mais caras (que não pertence ao mesmo programa do governo) como micros com o Windows Starter Edition (R) instalado. Vou traçar algumas observações que acho úteis :

Alguns fornecedores sobotaram o programa do governo ao oferecer a mesma configuração do ‘PC Conectado’ com uma versão de computador custando mais caro cerca de R$ 100,00 ou mais de diferença, porém equipado com o sistema operacional Microsoft Windows XP Starter Edition(R) em detrimento do Linux que acompanha o ‘PC Conectado’, alegaram que algumas pessoas iriam preferir Windows e sinceramente eu não dúvido disso, mas então porque simplesmente não vendem o Windows XP separadamente para elas ? Resposta simples : Windows XP Home custa de R$ 450,00 até R$ 550,00 dependendo da loja e da região e então discerniram que este é um valor salgado para quem esta comprando de modo parcelado um computador de R$ 1.299,00 (c/ 256M de RAM).

Hummm, existe o Windows XP Starter Edition que custa bem mais barato e é vendido apenas para fabricantes, não é mesmo ?

Talvez achassem que se todas as máquinas fossem Linux e eu fosse o único fornecedor a oferecer um Windows, comprariam de mim, ou seja, vamos pegar carona no sucesso do PC Conectado. Obviamente a maioria desses fabricantes fizeram isso, e se algum deles não tivessem feito é provavel que perderia mercado para o concorrente e assim aconteceu o inexperado e estamos agora dividindo a atenção com o pior sistema operacional desenvolvido : Windows XP Starter Edition. Pessoalmente, acho o Starter (Windows XP Starter Edition) um desserviço a população carente, veja as restrições que se aplicam a ele :

Windows XP Starter Edition tem as seguintes restrições :

  • Pré-programado para aceitar apenas um pequena lista de processadores como Intel Celerom, AMD Duron/Senprom, Geode e similares, ou seja, processadores reconhecidamente lentos.
  • Memória máxima de 256M, se voce quiser evoluir ou deixar mais mais rápido então esqueça, não será possivel com este sistema. Se for comprado uma memória de alto desempenho, propositalmente o software não o aceitará.
  • HD máximo de 40GB de memória, muito pouco para quem quer transformar um computador numa central de entretenimento e ver/gravar filmes, musicas, video-games, etc…
  • Resolução máxima de 1024×768. OK, é a resolução utilizada pela maioria. Mas fique sabendo que caso voce queira melhorar de monitor, mesmo que ele tenha um resolução melhor, a unica resolução aceita será 1024×768 e acredite era para ser 800×600 mas para o perfil brasileiro tiveram que mudar.
  • Mono-usuário e sem rede, isto mesmo, não dá para colocar este micro em rede com outros computadores, nem compartilhar uma impressora ou arquivos que não seja por disquetes, alias não dá nem para criar contas separadas para cada membro da familia. Ainda mais, não tem nem como definir uma senha para restringir o computador a membros da familia.
  • No máximo 3 programas distintos simultaneos ou no máximo 3 janelas do mesmo programa. Insulficiente e irritante para quem já utiliza o computador no trabalho, escola ou lanhouse.
  • Não tem programas avançados, na realidade somente com ele não é possivel fazer praticamente nada senão jogar ‘paciência’ e ‘campo minado’ ou dar uma pincelada com o ‘paint’. Voce não tem um processador decente de textos, planilhas ou gráficos. Alguns fabricantes até incluiram o OpenOffice para deixar o ‘Starter’ mais utilizável, também um anti-virus gratuíto, porém ainda continua com a impressão de sistema operacional ‘depenado’.
  • Viva sua vida vendo o logo narcisista ‘Microsoft Windows XP Starter Edition’ na tela. A microsoft mantém a mensagem na parte inferior da tela que sobrepôe todas as outras aplicações, voce assiste um DVD e não consegue ler direito as legendas porque aquele logo narcisita fica sempre alí naquela região. Voce fica procurando o botão de sair duma janela de dialogo e não percebe que novamente o logo esta atrapalhando voce encontra-lo. No inicio voce não liga, mas com o passar dos dias vai achar aquilo verdadeiramente mais irritante do que as limitações mencionadas acima.

A intenção do Windows XP Starter Edition é vir pré-instalado de fábrica e estar “engessado” nas suas configurações iniciais que seriam propositalmente inconcebíveis para uso comercial. É pré-concebido que o perfil do comprador é duma pessoa que busca seu primeiro computador e seria incapaz de explorar ao máximo o pontencial do computador e também duma pessoa que não queira usar o computador para ganhar dinheiro com trabalhos em casa ou entretenimento mais avançado e por fim isso justificaria o ‘Starter’. Esse pré-julgamento, do meu ponto de vista é incoerente com a pirataria que vem sendo feita, porque muitos estão trocando o ‘Starter’ pelo Windows completo, ou seja, um tiro pela culatra. Essas pessoas já pagaram pelo Windows Starter e não estariam dispostas a pagar de novo por outro “Windows” mais completo.

Na minha modesta opnião, o Windows Starter é um perigo para aqueles que estão conhecendo o computador pela primeira vez, pois este sistema operacional esta restringindo a experiência e o aprendizado de quem utiliza-o, com o tempo quem usa outro Sistema Operacional avancará e quem ficou apenas com o ‘Starter’ continuará estagnado.

O PC Conectado por outro lado não traz restrições técnicas, você troca monitor,placa de video, acrescenta memória, aumenta a capacidade do HD, troca Linux por Windows, Linux por outro Linux,… se desejar pode até substituir o aparelho de DVD,SOM e video-game da sala por esse computador, alias acrescente uma placa PCTV (uns R$ 90,00 na sta. efigencia  em SP) e você passará a receber também no computador sinais de TV/RADIO para gravar seus programas favoritos e ouvir suas emissoras favoritas. Assim ele também poderá se tornar uma verdadeira central de entretenimento, mas para isso voce vai ter que rodar Linux ou o Windows convencional (não o Starter).

Da minha parte, quando alguém pedir a ajuda para comprar um computador vou falar para ela comprar um ‘PC Conectado’ com Linux e dizer que se ela precisar de ajuda estarei a disposição e se ela rejeitar ainda poderá comprar o Windows original e desfrutar dele. Mas nunca vou recomentar esse tal de ‘Windows XP Starter’.

Se os principais fabricantes tivessem adotado apenas o ‘PC Conectado’ sem iniciativas como o ‘Starter’, provavelmente ainda haveria pirataria, no entanto, aqueles que ficassem utilizando o sistema operacional Linux teriam a oportunidade de aumentar sua experiência com computador, até mesmo para aprovar ou rejeitar o Linux que acompanha o PC  e provavelmente estariamso escolhendo não entre ‘PC Conectado’ ou ‘Starter’, mas entre qual dos fabricantes tem o melhor Linux pré-configurado e a melhor configuração de hardware.

Essa é minha opnião.

Refêrencias interessantes :

Ubuntu no computador da minha sobrinha

A evolução da mentalidade do consumidor, na prática

18 Comentários

Jogo "Tribal Trouble" (demo) para Linux

Antes de prosseguir, minhas sinceras desculpas ao Coringao porque ele já estava fazendo um tuto para este mesmo game em http://www.ubuntugames.org/TribalTrouble, mas resolví acrescentar maiores detalhes do jogo porque achei ele muito divertido.

Tela do jogo 'Tribal Trouble'

O jogo Tribal Trouble é um demo para Linux que voce pode instalar e se gostar então compra a versão completa, o jogo é um estilo clássico de Warcraft, isto é, um RPG de estratégia onde voce coordena índigenas e vinkings, repleto de estratégias e objetos para manusear o jogo promete um bom divertimento para os fãs de jogos de RPG. Para vencer é necessário variar táticas e habilidade de estratégias, segundo o autor jogando com os Vinkings ou os índigenas locais os finais são completamente váriados conforme a estratégia utilizada. Só jogando para crer. O game custa R$ 64,50 e só pode ser comprado pela internet, feita a compra voce recebe por email uma URL para fazer o download completo do game e segundo a produtora a versão Online tem o prazo de 90 dias e caso voce não goste eles devolvem o dinheiro – eu pessoalmente não acredito nisso, mas…-. Vamos a um passo-a-passo de como instalar o demo, então depois voce decide comprar ou não…

1) faça o download do game em http://tribaltrouble.com/download.php?os=linux ou se preferir :

wget -vc http://download.oddlabs.com/TribalTroubleSetup.sh

2) Descompacte o arquivo :

bash ./TribalTroubleSetup.sh

3) Entre no diretório e baixe o manual (ingles) :

cd tribaltrouble/
wget -vc http://download.oddlabs.com/tribaltrouble_manual.pdf

4) A partir deste instante você ja poderá executar o jogo com o comando ‘./tribaltrouble’, no entanto, como de custume vou disponibilizar um script para voce criar seu próprio pacote do jogo, baixe o script abaixo no diretório do game :

Script para a criação do pacote tribal trouble

5) Antes de prosseguir com a instalação, é necessário certificar-se de que voce possua as ferramentas GNU essenciais para a criação dum pacote debian (.deb) :

sudo apt-get -y install build-essential dpkg-dev debhelper devscripts fakeroot linda dh-make

O game utiliza java, no entanto, não é necessário ter o java instalado para que o game funcione, pois as dependencias do java estão embutidos dentro do game.

6) Renomeie o script para ‘criar_pacote_tribaltrouble_deb.sh’ e dê permissão de execução :

mv criar_pacote_tribaltrouble_deb.sh.txt criar_pacote_tribaltrouble_deb.sh.sh
chmod +x criar_pacote_tribaltrouble_deb.sh

Ele já está editado com as informações necessárias para a criação dum .deb para trible trouble, voce poderá conferir e estudar o script a vontade.

7) Antes de rodar o script, uma advertência : rode-o a partir do diretório onde esteja o programa com todos os binários e pastas necessárias. E lá vamos nós :

sudo ./criar_pacote_tribaltrouble_deb.sh

Se erros surgirem, tente debulhar o que está acontecendo rodando-o dessa forma :

sudo bash -x ./criar_pacote_tribaltrouble_deb.sh

No final, a seguinte mensagem surgirá :

**********************************************************************
[sucesso] Pacote criado com sucesso.
Para instalar :
sudo dpkg -i …/tribaltrouble-1.0.deb
Para remover :
sudo apt-get -y –purge remove tribaltrouble
**********************************************************************

Pronto ! Siga as instruções acima para criar o pacote ou remove-lo a seu bel-prazer.

Conclusões Finais :

  • Este não é um software livre, portanto mesmo possuindo um .deb e o game sendo apenas um ‘demo’, VOCE NÃO DEVE COMPARTILHA-LO com ninguém sem autorização da produtora, apenas essas instruções podem ser seguidas por outras pessoas.
  • Além do manual, o jogo possui um tutorial interativo bem fácil de seguir. Também há a disponibilidade 4 idiomas diferentes, infelizmente nenhum deles é o nosso ‘português’.
  • O jogo não é caro, e para fãs de RPG compensa seu valor, se mais pessoas forem capazes de pagarem pelo que utilizam isso seria um atrativo ainda maior para que produtoras de games possam acrescentar o idioma português em seus RPG no futuro.

Deixe um comentário

Instalando o browser alternativo Internet Explorer 6 no Ubuntu

(Antes de ler, saiba que alguns caracteres como – – dois traços seguidos viram um traço longo –, as aspas duplas vira isso aqui : “”, sim este wiki modifica alguns caracteres. Então ao utilizar o famoso copiar/colar atente-se a isso.)

Espero que este artigo não gere flames, porque muitos dos adéptos do software livre custumam rebater com razão porém as vezes com ofença qualquer tentativar de oferecer softwares proprietários no linux. Enquanto estou escrevendo este artigo não estou pensando na páginas comuns de internet, mas naquelas páginas que infelizmente só são visualizadas com o IE. Isso ocorre porque alguns webmasters infelizmente engessaram suas páginas com códigos de programação que só funcionam no IE, voce talvez pense que esses webmasters fizeram isso porque desconheçem os padrões de navegação na internet, porém isso não explicaria porque Bancos investem tanto em segurança sob internet e deixam de usar padrões de internet e trocam por códigos que só funcionam no IE, um exemplo disso é o Bradesco NetEmpresas que insiste em funcionar apenas com o IE, remetendo outros browsers com a mensagem “Este site não pode ser apresentado com esta versão de navegador.”. Voce pode reclamar na central do Banco, pode ameaçar trocar de banco, esperniar e eles não vão fazer nada, na realidade se importam muito pouco com as consideradas minorias, isso serve de lição para voce que vê aquelas propagandas de bancos dizendo que amam/desejam/e fazem tudo pelo cliente, é pura mentira e chega a enojar. Portanto os passos que se seguem não são para voce usar o IE indefinidamente, mas como alternativa para quando o seu navegador preferido (no meu caso Epiphany e Firefox) for incapaz de carregar tais páginas. Repetindo : “Não use o IE indiscriminadamente”, as falhas de segurança desse browser poderão colocar em risco seu sistema e voce não terá o “Windows Update” para atualizar esse navegador.

1) Antes de prosseguir com a instalação, certifique-se de que tenha acrescentado o repositório ‘wine’ no seu /etc/apt/sources.list – faça isso digitando ALT+F2 e executando o comando “gksu gedit /etc/apt/sources.list” :

# wine (edgy)
deb http://wine.budgetdedicated.com/apt edgy main
deb-src http://wine.budgetdedicated.com/apt edgy main

se seu Ubuntu for o ‘dapper’ então apenas troque a ocorrência ‘edgy’ acima por ‘dapper’ e por fim atualize a base de dados do apt :

sudo apt-get update

2) Instale o wine :

sudo apt-get install wine cabextract

3) Vamos precisar agora de um programa muito popular chamado ‘ies4linux’ que baixa e instala o IE no Linux, digite no seu terminal :

wget -vc http://www.tatanka.com.br/ies4linux/downloads/ies4linux-latest.tar.gz
tar zxvf   ies4linux-latest.tar.gz

4) Digite no terminal :

cd ies4linux-*
sudo ./ies4linux

Agora preste bastante atenção as perguntas :
4.1) IE 6 será instalado automaticamente. Você quer instalar o IE 5.5 SP2 também? [ s / n ]
R: Tecle “n” e pressione [ENTER] (na realidade perceba que a letra em negrito será assumida se voce apenas teclar [ENTER])

4.2) E você quer instalar o IE 5.01 SP2? [ s / n ]
R:Novamente, digite “n” e pressione [ENTER].

4.3) Os IEs podem ser instalados usando uma das seguintes línguas:
EN-US PT-BR DE FR ES IT NL SV JA KO NO
DA CN TW FI PL HU AR HE CS PT RU EL TR
O padrão é PT-BR. Aperte ‘enter’ para manter PT-BR ou digite algum outro:
R: apenas tecle [ENTER] concordando com o uso do PT-BR (português-brasileiro).

4.4) Vou instalar tudo em /home/seulogin/.ies4linux
Também instalarei o plugin Flash 9 e criarei ícones de atalho no Desktop.
Posso prosseguir? (Para configurar opções avançadas digite n) [ s / n ]

R: Responda “n” e tecle [ENTER].

4.5) Devo instalar o plugin Adobe Flash 9? [ s / n ]
R: Responda “s” e tecle [ENTER].

4.6) E os ícones no Desktop? Posso criá-los? [ s / n ]
R: Responda “n” e tecle [ENTER].

4.7) Tudo será instalado em /home/seulogin/.ies4linux
Tecle enter para aceitar ou digite outro diretório (caminho absoluto):
R: Digite “/opt/ie6” e pressione [ENTER]

4.8) Executáveis serão criados em /home/seulogin/bin
Tecle enter para aceitar ou digite outro diretório:
R: digite “/opt/ie6” e pressione [ENTER]

4.9) Usaremos o wget para download. Se você precisa de alguma opção especial (proxy,…), digite-a agora:
R: Apenas pressione [ENTER] e a seguir uma mensagem de saudação “Tudo certo! Vamos começar a instalar as coisas então…” aparecerá. Daqui por diante, o instalador se vira sozinho.

4.10) O final da instalação será indicado pela seguinte mensagem de saudação :
Instalações do IEs4Linux concluídas!

5) Pronto! Para rodar seus IEs, tecle ALT+F2 e execute “/opt/ie6/bin/ie6
Um aspecto importante desse instalador é que voce realmente não se preocupa com nada durante a instalação. Manualmente, o IE é muito complicado de se instalar, necessitando baixar fontes do Windows, importando chaves de registros, descompactando arquivos .cab em determinados diretórios, renomeando e substituindo certos arquivos e rodando o regsvr para registrar alguns componentes, enfim uma tarefa para poucos. O desenvolvedor caprichou nesse script e se voce puder, envie seus elogios para ele, o endereço dele pode ser encontrado em :

http://www.tatanka.com.br/ies4linux/page/Pt/P%C3%A1gina_Inicial

uma outra forma de dar elógios é contribuir fazendo uma doação :

http://www.tatanka.com.br/ies4linux/page/Pt/Contribua

6) O internet explorer 6 já foi instalado no seu sistema, mas se voce quiser complementa-lo melhor então siga os proximos passos, eles te levarão a criar um pacote .deb dessa instalação para que voce possa instalar/transportar/remover o IE6 com maior facilidade no futuro, além do mais vai gerar um icone no menu do seu Ubuntu. O primeiro passo é voce navegar com o IE6 (lembre-se : ALT+F2 e executar “/opt/ie6/bin/ie6“) e depois :

  • talvez voce precise baixar alguns ActiveX (urgh! bradesco netempresa precisa disso), atente-se ao fato de que no IE6 só é possivel instalar ActiveX se os níveis de segurança forem baixos, isto voce modifica no próprio IE (Ferramentas->Opcoes de Internet->Segurança) ;
  • modifique a página inicial conforme seu gosto;
  • Ajuste suas páginas de favoritos;
  • Se seu IE6 precisa enxergar certos arquivos no falso C:\ dele então copie tais arquivos para /opt/ie6/ie6/drive_c;
  • instale o java, o java não pode ser o sun-java pois não é instalavel via wine, então precisará ser o msjava que não é mais distribuido pela Microsoft, porém voce poderá obte-lo procurando por “msjavx86.exe download” diretamente nas páginas do google, numa busca simples eu encontrei ele em :

[atualização] Aparentemente o java da microsoft (msjavx86.exe) deixou de ser compátivel com o wine (>=0.9.25), por isso um caminho alternativo foi buscado. Para instalar o java, precisar utilizar o sun-java versão 1.4.2, mas atenção : tem que ser a versão 1.4.2, com nenhuma outra será possivel instalar o sun-java. Primeiro visite essa página da sun : http://java.sun.com/products/archive

Após ter baixado o arquivo ” j2re-1_4_2_12-windows-i586-p.exe”, vá para o terminal e execute :

export WINEPREFIX=”/opt/ie6/ie6″ (repare que /opt/ie6/ie6 é onde o IE ficou instalado)
cp /onde/baixei/j2re-1_4_2_12-windows-i586-p.exe /opt/ie6/ie6/drive_c
cd /opt/ie6/ie6/drive_c
wine j2re-1_4_2_12-windows-i586-p.exe

Depois seguir as orientações de instalação na tela, escolha a instalação típica porque é mais rápida e a qual tive 100% de sucesso, após isso remova o arquivo de instalação com o comando :

rm -f /opt/ie6/ie6/drive_c/j2re-1_4_2_12-windows-i586-p.exe

7) Instalou tudo que precisava? deixou tudo mastigado ? Então vamos criar um pacote .deb, primeiramente execute no seu terminal :

sudo apt-get install build-essential dpkg-dev debhelper devscripts fakeroot linda dh-make

8) Vamos deixar as permissões de pastas mais flexiveis :

Primeiramente, o IE6 por questões de segurança não poderá acessar sua pasta raíz (/) :

rm -f /opt/ie6/ie6/dosdevices/z:

Vamos deixar as permissões dentro da pasta /opt/ie6 mais flexiveis para que o empacotamento no próximo passo seja genérico e acessiveis a qualquer usuário :

cd /opt/ie6/
sudo chown nobody.users -vR *
sudo find ./ -type d -exec chmod 777 {} \;

10) Faça o download desse script, gravando-o no diretório /opt/ie6 :

Script para criação do pacote ie6-6.0.deb

Renomei-o para criar_pacote_ie60_deb.sh e dê permissão de execução :

mv criar_pacote_ie60_deb.sh.txt criar_pacote_ie60_deb.sh
chmod +x criar_pacote_ie60_deb.sh

9) Vamos criar o pacote executando o script :

sudo ./criar_pacote_ie60_deb.sh

E ao final, se tudo der certo voce receberá a mensagem :

[sucesso] Pacote criado com sucesso.
Para instalar :
sudo dpkg -i (…)/ie6-6.0.deb
Para remover :
sudo apt-get -y –purge remove ie6

Agora apenas sigas as instruções acima para instalar ou remover o IE6 do seu sistema.
A instalação do .deb gerará um atalho em Aplicações->Internet para carregar o IE6, isto simplificará bastante para um usuário iniciante.

Conclusões Finais :

  • Existe algumas encrencas de licenciamento ao usar o IE6 no Linux, apesar do sistema ser gratuito, existem algumas bibliotecas que podem exigir uma licença do Windows, isto nunca ficou claro para mim, aparentemente o WINE supre todas as bibliotecas requeridas, mas o msjava e activeX podem exigir uma licença do Windows.
  • Novamente, use o IE apenas para páginas que exigem o IE. Usar o IE para tudo quanto é tarefa poderá facilitar a invasão de virus em seu sistema. Se quiser deixar o seu IE mais seguro, recomendo remover o arquivo /opt/ie6/ie6/dosdevices/z: (sudo rm -f /opt/ie6/ie6/dosdevices/z:) antes de iniciar o empacotamento (passo 6).
  • Se quiser instalar qualquer coisa dentro do seu IE, faça assim :
  • export WINEPREFIX=”/opt/ie6/ie6″ (repare que /opt/ie6/ie6 é onde o IE ficou instalado)
    cp /onde/baixei/o/programa.exe /opt/ie6/ie6/drive_c
    cd /opt/ie6/ie6/drive_c
    wine programa.exe

27 Comentários