ipV6, habilitar ou não habilitar ?

(Este artigo é parte integrante do Guia do Ubuntu Perfeito, o sucesso da aplicação deste artigo depende do sucesso das etapas anteriores)

Uma pergunta recorrente e muito comum a respeito do protocolo ipV6 é essa :

Desabilitar o ipv6 deixa a sua rede mais rápida ?

A resposta é : muito pouco.

A explicação é que o ipv6 é apenas um protocolo (ou módulo) de rede que é linkado à sua placa de rede enquanto a mesma permanecer ativa. Se não tem “ipv6” então esse processo de subir a placa de rede terá um tempo menor porque haverá um módulo a menos para carregar.

Para saber se o ipv6 está ativo em seu sistema, vá no menu GNOME->Aplicativos->Acessórios->Terminal e dentro do terminal execute o comando :

cat /proc/sys/net/ipv6/conf/all/disable_ipv6

Se retornar “0” você está com o ipv6 ligado, “1” então desligado.
Alguns seguem receitas para desabilitar o ipv6, note : mesmo quando ele já se encontra desabilitado em seu sistema !
Pior que isso é afirmar que seu sistema ficou mais rápido depois que seguiu a receita para desativa-lo.

Compensa deixar o ipv6 habilitado ?

Bem, também nada acontecerá a menos que você tenha em sua rede alguns produtos e serviços que usufruam dele. O ipv6 não é um protocolo “verbosivo”, isto é, quando ligado ele só fala com quem falar com ele. O ipv6 não fica realizando broadcast e pipocando pacotes a cada instante como seu irmão menor, o ipv4. Na realidade, o ipv6 é tudo com o que sonhamos numa rede : rotas automáticas, sem conflito de rede, sem dhcp para configurar (a menos que queira DNS automático) e muito mais. Assim, deixa-lo ligado não deixará sua rede mais devagar como alguns sugerem.

Mas então porque alguns afirmam que depois de desabilitarem o ipv6, seu sistema ficou mais rápido ?

Bem, a resposta para isso podem ser muitas.

Podemos considerar que essas pessoas já tinham serviços e produtos instalados em seu computador ou na rede que usam o ipv6. Tanto Windows como Linux, já tem todos os serviços de infraestrutura de rede rodando com ipv6 : DNS, DHCP,… e que por sinal vem habilitados por padrão ! Não podemos esqueçer que já começam a aparecer no mercado switchs e roteadores compatíveis com ipv6 e que também vem habilitados por padrão.

Também há uma outra razão, em função do ipv6 ser relativamente novo, sua implementação na maioria dos sistemas pode ter falhas/bugs e com isso ser explorado falhas de segurança nele, além de haver bugs em programas que utilizem-no, por exemplo, algumas pessoas aconselharam a desabilitar o ipv6 para aumentar a performance do Firefox, bug do Firefox ou do protocolo ? Não sei responder, mas houve um tempo realmente que desabilitar o ipv6 realmente aumentava a performance do Firefox, note : do Firefox apenas.

Outra coisa, já há relatos de programas nocivos (trojans, vírus, …) que exploram falhas especificamente em sistemas usando ipv6.

Assim, o relato de quem disse que seu sistema ficou mais rápido desabilitando o ipv6 pode ser verdadeiro porque as variáveis citadas  ocorreram com ele.

Mas há outros como eu, onde o ipv6 não trouxe nenhuma perda de performance.

Razões para  desativá-lo :

  • Você pode desativar o ipv6 de seu computador para deixar o sistema mais leve, mas não se empolgue, pois trata-se apenas dum pequeno módulo.
  • Não deseja ser explorado por falhas em outros programas que tentem usar o ipv6 ao invés de ipv4.
  • Minha infra atual não suporta ipv6, logo não há motivos para deixa-lo ligado.

Se você quiser desabilitar o ipv6 de vosso sistema, então dê um ALT+F2 e execute :

gksu gedit /etc/sysctl.conf

e cole no final do arquivo, as seguintes linhas :

# desabilitando o ipv6
net.ipv6.conf.all.disable_ipv6 = 1
net.ipv6.conf.default.disable_ipv6 = 1
net.ipv6.conf.lo.disable_ipv6 = 1

Salve o arquivo e reinicie o seu sistema.

Para saber se o ipv6 foi realmente desativado em seu sistema, vá no menu GNOME->Aplicativos->Acessórios->Terminal e dentro do terminal execute o comando :

cat /proc/sys/net/ipv6/conf/all/disable_ipv6

Se retornar “1” então o ipv6 foi realmente desligado, se retornou zero então algo saiu errado e você continua a usar o ipv6.

Razões para mantê-lo ativado :

  • Uma hora ou outra aparecerão na internet e em nossas lans muitos hardwares falando ipv6 enquanto ainda haverá o ipv4, e quando essa hora chegar, sua máquina precisará  falar com ambos. Por isso o ipv6 vem habilitado por padrão em Windows e Linux.
  • Se no meu ambiente, o ipv6 nem “cheira” e nem “fede”, porque mexer ?

Conclusão :

Agora você já sabe o que é o ipv6 e determinar se ele deve permanecer ativo ou desativado.

  1. #1 por Denise Veríssimo em 19 \19\UTC maio \19\UTC 2016 - 16:24

    Tenho celular Samsung com android Lollipop. As páginas em qq navegador carregavam muito lentamente…chegava a me irritar…resolvi testar e desativar o IPV6 dinâmico…deu certo..agora as páginas carregam rapidamente…no meu caso deu certo desabilitar.

  2. #2 por Denise Veríssimo em 19 \19\UTC maio \19\UTC 2016 - 16:25

    complementando desativei no modem Arris da Net.

  3. #3 por Paulo Victor Barros de Oliveira em 11 \11\UTC novembro \11\UTC 2016 - 15:50

    na realidade não sei pq mais ele aqui para o meu roteador é quem segura a conexão mantem ela instável se não fosse ele a coisa aqui fica oscilando até mesmo nos downloads aonde eu mais sinto a queda de conexão !!!!!!!!!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: