Ferramentas para os mais variados tipos de compactação e descompactação de arquivos

(Este artigo é parte integrante do Guia do Ubuntu Perfeito, o sucesso da aplicação deste artigo depende do sucesso das etapas anteriores)

É muito ruim você se sentir humilhado porque aquele seu outro colega que usa aquele outro sistema operacional que conseguiu descompactar um .rar e você não. Apesar do outro sistema operacional vir apenas com um descompactador para arquivos .zip, estes usuários já estão acostumados a instalar softwares complementares que suportem a maioria dos tipos de arquivos compactados . Assim como no sistema deles, também precisamos instalar os compactadores/descompactadores que nos permitirão gerenciar tais tipos de arquivos e nunca ser humilhado.

Algo que diferencia o Windows e o Ubuntu Linux neste quesito, é  que no Windows há muitos programas para o mesmo proposito : descompactar arquivos.

No Ubuntu Linux, você usará sempre o nautilus para compactar ou descompactar arquivos.

Acho que posso ter lhe confundido, afinal você sabe que o nautilus é o gerenciador de arquivos do GNOME e afinal ele já vem instalado.

O que acontece é que o nautilus para certas operações – e compactar e descompactar é uma delas – faz uso de backends, isto é, programas que por traz estarão fornecendo habilidades que o nautilus sozinho não possui.

Assim, vamos instalar os principais backends para compactação e descompactação de arquivos.

Vá no menu GNOME->Aplicativos->Acessórios->Terminal e dentro do terminal execute o comando :

sudo apt-get install -y unace rar unrar zip unzip p7zip-full \
   p7zip-rar sharutils uudeview mpack arj cabextract zoo 

Instalando os pacotes acima, você compacta e descompacta virtualmente qualquer aquivo, incluindo os enigmáticos UUE que acompanham mensagens cujo corpo do email é um anexo.

Para descompactar é simples, use o gerenciador de arquivos para navegar até um arquivo compactado e dê um clique com o botão direito do mouse sobre ele e …

Basta escolher a opção “Extrair aqui”.

Cada gerenciador de arquivos pode variar a aparencia e a forma como os arquivos são descomprimidos, por exemplo, o Nautilus nunca extrai a partir da raiz, isto é, se você estiver descompactando um arquivo chamado “AtasTermosEDeclaracoes.zip” o Nautilus cria uma pasta chamada “AtasTermosEDeclaracoes” e deposita os arquivos extraídos alí, veja :

Todos os nossos arquivos que foram extraídos estão nessa pasta “AtasTermosEDeclaracoes”.

Para compactar uma pasta ou arquivo é o mesmo esquema, porém ao invés de escolhermos a opção “Extrair aqui”, escolhemos a opção “Comprimir” (em edições anteriores ‘ do Ubuntu 10.10 chamava-se “Criar pacote”) :

Após isso, basta escolher o formato de arquivo desejado :

O dolphin (gerenciador de arquivos do KDE) é semelhante ao Nautilus para descompactar/compactar arquivos e pastas.

Tanto GNOME como KDE possuem  opções adicionais de compactação, por exemplo, o Nautilus possui um botão chamado “Outras opções” onde dependendo do formato de compressão escolhido pode-se criar arquivos multi-volumes e/ou estabelecer o uso de senhas (usando um formato que tenha suporte a senhas) :

Simples, não ?

Qual o melhor formato para compactar ?

Para uso pessoal, eu uso o formato 7z, é rápido numa máquina moderna e comprime bem.

Mas se for para enviar o arquivo a outrem, a menos que seja um usuário de computador avançado, só escolho .zip.

Considerações após a instalação

Diferente do Windows que pode usar milhares de aplicativos diferentes para [des]comprimir arquivos, no Linux usamos apenas o gerenciador de arquivos de nosso ambiente para essas tarefas e desde que os backends necessários estejam instalados, não há necessidade de outro [des]compactador para essa tarefa tão trivial em nossos dias.

Conclusão

Muito bem, agora você já sabe como fazer seu Ubuntu Linux reconhecer arquivos compactados e também compactar e descompactar arquivos e pastas.

  1. #1 por Rn Gn Rs Rnmtd em 23 \23\UTC março \23\UTC 2013 - 19:48

    Prezado, seu tutorial é bem legal, só não atendeu o motivo que me trouxe até ele. Com faço para criar arquivos multi-volumes, por exemplo arquivos com 1,44Mb?

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: