Arquivo de julho \18\UTC 2008

Atualizando o VirtualBox OSE

A versão do VirtualBox OpenSource Edition (OSE) nos repositórios oficiais do Ubuntu até o Hardy Heron (8.04) é antiga em comparaçao com o release oficial da Sun. O procedimento de atualização desse software já foi feito, mas constará apenas na próxima versão do Ubuntu, o Intrepid (8.10), dessa forma permaneceremos usando a versão 1.5 por algum tempo.

Se você utiliza a versão comercial(grátis para uso pessoal) do VirtualBox, não siga esse procedimento de atualização, pois ele não é necessário para você porque simplesmente você já utiliza a última versão e também porque imagens virtuais geradas com a versão comercial não são compatíveis com a versão OSE.

Se você quiser experimentar a nova versão VirtualBox OSE 1.6.2 siga os procedimentos :

1) Remova todos os pacotes relativos ao OSE que tiver instalado no seu sistema :

sudo apt-get remove --purge virtualbox*

2) Descarregue os arquivos .deb do repositório intrepid :

wget -vc http://ftp.cs.umn.edu/pub/ubuntu/pool/universe/v/virtualbox-ose/virtualbox-ose_1.6.2-dfsg-1ubuntu2_i386.deb
wget -vc http://ftp.cs.umn.edu/pub/ubuntu/pool/universe/v/virtualbox-ose/virtualbox-ose-source_1.6.2-dfsg-1ubuntu2_all.deb

Se os downloads acima falharem, use os mirrors que podem ser encontrados em :

http://packages.ubuntu.com/intrepid/virtualbox-ose-source
http://packages.ubuntu.com/intrepid/misc/virtualbox-ose

3) Instale-os pela linha de comando :

sudo dpkg -i virtualbox-ose-source_1.6.2-dfsg-1ubuntu2_all.deb
sudo dpkg -i virtualbox-ose_1.6.2-dfsg-1ubuntu2_i386.deb

Quando você instalar o pacote acima, o sistema questionará se você deseja compilar o módulo(driver) para ele, normalmente a resposta seria “Sim”, mas por questão de aprendizado você deverá responder “Não”. Após esses dois comandos, também não esqueça de instalar possíveis dependências :

sudo apt-get install -f

4) Instalando o módulo (driver) OSE :
Toda vez que você atualizar o kernel do sistema terá de recorrer ao seguinte comando :

sudo m-a auto-install virtualbox-ose-source

É por isso que no passo anterior, eu optei para que você respondesse “Não” sobre o questionamento se o sistema deveria recompilar o módulo OSE.

5) Problemas com a atualização automática :
Um problema irritante é que depois de instalar o módulo para o virtualbox-ose, o Ubuntu insiste em atualiza-lo para o módulo da versão 1.5 e se você aceitar a sugestão dele ocorrerá a seguinte mensagem de erro :

VirtualBox erro de versão.

VirtualBox erro de versão.

Esse erro aconteceu porque você aceitou a pressão do atualizador do Ubuntu em atualizar a versão do módulo VirtualBox 1.6.2 com modulo que era para o VirtualBox 1.5. Este é um erro de transcrição de versão onde a versão antiga parece ter uma numeração mais alta do que a versão que foi recém instalada. Portanto, ao aceitar essa atualização o VirtualBox 1.6.2 deixará de funcionar.

Então o que fazer ? Deixar de atualizar o sistema por causa desse pacote ?

Pois é, eu experimentei prender a versão pelo Synaptic :

Prendendo versão via Synaptic

Prendendo versão via Synaptic

Mas infelizmente só funciona para o Synaptic, o apt via linha de comando continua querendo atualizar o bendito do pacote, então não resta outro jeito senão dar um ALT+F2 e executar :

gksu gedit /etc/apt/preferences

e adicionar as seguintes linhas :

Package: virtualbox-ose-modules-2.6.24-19-generic
Pin: version 1.6.2*
Pin-Priority: 600

Salve e saia do editor.
O arquivo /etc/apt/preferences pode não existir em seu sistema, por essa razão para a maioria de nós ele será criado pela primeira vez. Ele antecipa algumas preferencias do usuário em detrimento da inteligência por trás do software APT. Nas linhas adicionadas eu estou forçando o apt a manter sempre a versão 1.6.2 do pacote virtualbox-ose-modules-2.6.24-19-generic. Assim, o APT ou Synaptic não vai mais aborrecer querendo atualizar este módulo, que se tiver de ser feito por alguma atualização de kernel será feito manualmente conforme mostrei anteriormente :

sudo m-a auto-install virtualbox-ose-source

Se você usa o VirtualBox para uso pessoal, então a versão comercial poderá ser instalada sem nenhum problema e nenhum trauma, como instalar já foi objeto de outro artigo.

3 Comentários

Nautilus é um lerdo, uma tartaruga manca ? Use o PC Man !

Não é uma revolta, é uma constatação. O Nautilus verdadeiramente está mais pesado e cheio de problemas. Recentemente reportei um bug com os mapeamentos ssh:// e smb:// diretamente pelo nautilus. Onde mapear por “Locais->Conectar ao Servidor” funcionava perfeitamente, mas o mapeamento direto pela URI no nautilus era problemática.

Não bastasse isso, quando dava dois clique numa pasta que sabidamente tinha vários itens (arquivos e subpastas) tinha que esperar pela boa vontade do nautilus porque quanto mais itens havia naquela pasta tanto mais eu tinha que esperar, se houvesse o compiz ativado então a janela do nautilus ficava sombreada porque o tempo de processamento era tão alto que dava a impressão ao compiz que o nautilus havia travado. Foi quando eu fiquei sabendo que esse comportamento poderia melhorar se eu fosse no menu do nautilus->editar->preferencias e na guia [colunas da lista] então desativasse a coluna “Tamanho” e até que funcionou, melhorou sensivelmente a velocidade. Mas já era tarde, haviam me sugerido usar um gerenciador de arquivos chamado PC Man e descobri que gerenciar arquivos poderia ser bem mais rápido.

O PC Man é um gerenciador de arquivos semelhante ao nautilus visualmente e comportamental, no entanto, só funciona para gerenciar arquivos locais ou pastas montadas, não dá por exemplo para usar ftp, nfs, sshfs ou smbfs diretamente por ele, a não ser que o recurso seja acessado através duma pasta montada. O PC Man tem um recurso valioso chamado de Abas que podem ser abertas como se faz no Firefox com o uso dum simples Control+T.

A velocidade do PC Man é excelente para navegação e manipulação de arquivos (copiar/excluir/renomear/etc), no entanto, diferentemente do nautilus onde uma janela de cópia é separada do nautilus e podendo ser enviada para a bandeja do GNOME, no PC Man é diferente, como ? A cópia feita pelo PC Man acontece dentro da Aba onde você está colando o arquivo e se você fechar a janela de cópia ao invés cancelar a cópia, essa por sua vez ocorrerá em background. Não sei se a cópia em background é um bug ou uma feature, mas se for uma feature eu deveria saber para onde a janela de cópia foi parar :)

Para instalar o PC Man você precisa acessar o seguinte endereço :

http://code.google.com/p/ubuntu-debs/downloads/list

(Aproveita para instalar o deluge e outros programas que estão nesse mesmo link)

E descarregar o arquivo pcmanfm_0.4.1.1ubuntu1_i386.deb.
Sua instalação poderá ser feita com um duplo clique sobre o arquivo ou pelo terminal executando :

sudo dpkg -i pcmanfm_0.4.1.1ubuntu1_i386.deb
sudo apt-get install -f

Voce pode fazer a troca definitiva do Nautilus pelo PC Man como gerenciador de arquivos padrão. Mas se você não é fã ainda do PC Man e quer fazer essa modificação com cautela então simplesmente use o atalho para o PC Man que estará no menu GNOME->Aplicações->Ferramentas do Sistema->PCMan File Manager ou para onde você arrastar esse atalho. Depois de um certo tempo de uso provavelmente estará inclinado a realizar a troca definitiva do nautilus pelo PC Man. Se estiver disposto a isso, siga essas orientações :

Para substituir o Nautilus pelo PC Man dê um ALT+F2 e execute :

gksu gedit /usr/share/applications/nautilus-computer.desktop

procure por :

Exec=nautilus --no-desktop computer:

e troque por :

Exec=gksu pcmanfm /

Repita a mesma operação com o arquivo /usr/share/applications/nautilus-folder-handler.desktop, mas dessa vez procure por :

nautilus --no-desktop %U

e troque por :

Exec=pcmanfm %U

Com os bugs do Nautilus, você pode ficar tranqüilo que o PC Man substitui-o com muitas vantagens. Inclusive se você não usa GNOME ou possui computador com configurações mais modestas, vai gostar de saber que esse gerenciador de arquivos é peso-leve.

20 Comentários

Robocop 2D parte 3

Pois é, vamos voltar no tempo e jogar um scrolling horizontal ?
O jogo é Robocop cujo enredo todos conhecem, eu não sabia que já tínhamos uma terceira versão deste jogo. Portanto, temos uma trilogia. O jogo é opensource e tem versão para Windows/Linux/Mac.

Sua instalação é simples, descarregue o arquivo principal de :

http://www.parkproductions.btinternet.co.uk/robocop2D3.htm

Depois disso dê um ALT+F2 e execute “gksu gnome-terminal”.
O terminal irá abrir e então você deverá executar essa sequencia :

cd /usr/games
unzip /local/onde/voce/descarregou/Robocop2D3.zip
cd Robocop2D3
unzip Robocop2D3_Linux.zip
rm -f Robocop2D3_Linux.zip

Pronto ! Jogo instalado, para executar dê um ALT+F2 e execute :

/usr/games/Robocop2D3/Robocop2D3_Linux

Como ? Voce prefere um atalho no menu ? Tá bom, então dê um ALT+F2 e execute :

gksu gedit /usr/share/applications/Robocop2D3.desktop

e cole o seguinte conteúdo :

[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Type=Application
Name=Robocop 2D 3
Comment=Robocop 2D 3
Exec=/usr/games/Robocop2D3/Robocop2D3_Linux
TryExec=/usr/games/Robocop2D3/Robocop2D3_Linux
Icon=/especifique/um/icone/qualquer/aqui.png
Terminal=false
Categories=Application;Game;
StartupNotify=false

Salve o arquivo e saia do editor.
Veja algumas cenas :
Robocop 2D 3 #1Robocop 2D 3 #2Robocop 2D 3  #3

5 Comentários