Gerenciador de boot no Ubuntu Server 10.04

Grub é o nosso gerenciador de boot, atualmente está na versão 2, muitos ainda preferem a versão anterior que era mais simples de configurar, salvo opinião particular de cada um, um gerenciador de boot em nosso sistema é fundamental e ainda muito mais em servidores. Sem um gerenciador de boot não poderíamos ter boot’s alternativos em nosso sistema.

Quando instalamos servidores, normalmente não há dual-boot como em desktops, mesmo assim ter um gerenciador de boot como o Grub é vantajoso, dentre as quais podemos citar :

  • Atualizações de kernel podem ser problemáticas, mas com um gerenciador de boot podemos manter versões anteriores do kernel caso o principal tenha sido atualizado e apresenta problemas.
  • Há momentos em que desejamos iniciar o servidor para fazer alguns reparos e não queremos iniciar os serviços nele instalados e o gerenciador de boot nos permite isso.
  • Podemos ter imagens especiais de boot, por exemplo, a instalação do Ubuntu coloca uma imagem de boot que nos permite realizar testes de memória.

Na versão LTS anterior do Ubuntu, o Grub exibia um menu de opções e se em 10 (dez) segundos nenhuma opção fosse escolhida então a opção “default” seria executada por padrão. Na nova versão do Ubuntu, o procedimento deveria ser o mesmo, mas não é, não há um “timeout” padrão (o anterior tinha 10 segundos), além disso o menu do grub não é exibido. O objetivo disso é óbvio : ter um boot extremamente rápido. Deveras, após instalado, um servidor dá boot em 7 segundos !

Mas o efeito colateral é que sem menu do grub não posso por exemplo dar um boot alternativo, nos releases anteriores, mesmo que o timeout fosse 0 (zero) segundos, pressionar ESC antes do grub iniciar causaria o aparecimento do grub, mas nessa nova versão não há nem o uso da tecla ESC e menu do grub nunca é exibido. Considero essa situação problemática para servidores e que precisamos modificá-la.

Para corrigir este problema edite o arquivo /etc/default/grub , localize a linha :

GRUB_HIDDEN_TIMEOUT=0
GRUB_HIDDEN_TIMEOUT_QUIET=true

troque por :

#GRUB_HIDDEN_TIMEOUT=0
#GRUB_HIDDEN_TIMEOUT_QUIET=true

(note “#” no inicio de cada linha)
A operação acima faz o menu do grub voltar a ser exibido.
Existem outras opções que você pode modificar no mesmo arquivo como estabelecer um timeout, resolução diferente e uso de splash screen.

Algo importante a lembrar é que essas modificações não são efetivadas imediatamente, antes é preciso executar :

sudo update-grub

Agora sim, podemos reiniciar o sistema e notar a presença do menu do grub.

  1. #1 por Adam em 19 \19\UTC maio \19\UTC 2010 - 21:29

    Desculpe se o assunto não é exatamente o mesmo, mas é correlato.
    Uso em dual boot o Ubuntu e o Mandriva, porém, depois do Grub2, estas 2 distro não convivem pacíficamente, o Ubuntu reconhece a presença do Mandriva, mas não dá o boot.

    Como resolver isto?

    Grato…

  2. #2 por Aldo Nogueira em 21 \21\UTC maio \21\UTC 2010 - 11:31

    Diria que a tecla é que mudou. Agora deve-se pressionar SHIFT para aparecer o menu.

  3. #3 por Lauro César em 21 \21\UTC maio \21\UTC 2010 - 15:26

    Cara não sei se sou eu que estou vendo coisas ou você que errou na digitação, mas o fato é que as linhas após do “troque por:” são exatamente as mesmas das que vem após “localize a linha :”.

    O correto não seria trocar “true” por “false” na segunda linha, ou “0” por “1” na primeira?

  4. #4 por hamacker em 21 \21\UTC maio \21\UTC 2010 - 16:18

    São diferentes, note o “#” no inicio de cada linha onde esta “trocar por”.

  5. #5 por Lauro César em 21 \21\UTC maio \21\UTC 2010 - 16:24

    hehe

    Preciso voltar ao oftalmologista mesmo… O pior é que eu tinha pensado que a diferença poderia ser esta (linhas comentadas) e mesmo assim não “enxerguei”! ;)

%d blogueiros gostam disto: