Flash 10 para Ubuntu – dum jeito muito fácil

O flash 10 foi lançado, e a Adobe se preocupou em empacotar a nova versão para Ubuntu e outras distros.
Vamos num passo a passo para instala-lo no Ubuntu, primeiramente você pode visitar a página :

http://www.adobe.com/shockwave/download/download.cgi?P1_Prod_Version=ShockwaveFlash&promoid=BUIGP

Perceba que na relação para downloads, você pode escolher “.deb para Ubuntu 8.04+” :

Perceba que também há uma versão APT para esta versão, se houvesse um repositório apropriado baixaria e instalaria o Adobe Flash, sem precisar da burocracia que teremos de fazer agora. Talvez isso seja fornecido no futuro.

Agora que você já descarregou o arquivo install_flash_player_10_linux.deb, antes de dar um duplo que e instalar, remova os pacotes flash que porventura tenha instalado, você pode usar o Synaptic para tal tarefa ou então ir diretamente ao terminal e executar :

sudo apt-get remove -y --purge flashplugin-nonfreebeta flashplugin-nonfree libflash-mozplugin libflashsupport gnash mozilla-plugin-gnash gnash-common gnash-cygnal gnash-tools

Na relação acima estou removendo as referencias ao flash que podem ter instalado no seu computador, provavelmente você não terá a metade deles instalado, mas isso previne erros como eu vou detalhar mais adiante.
Enfim, agora dê um duplo clique e instale :

Não há muita surpresa no processo, porém o Flash10 para mim não funcionou logo de primeira, não sei se é um defeito do pacote ou porque eu tenha tido outras versões de flash, mas foi preciso ligar o flash ao Firefox manualmente. Se o Flash10 também não funcionou de primeira com você então abra o terminal e execute :

sudo update-alternatives --set xulrunner-addons-flashplugin /usr/lib/adobe-flashplugin/libflashplayer.so

Isso ligará o plugin ao navegador.
Para testar toda a potencialidade do Flash10, visite estes endereços :

http://labs.adobe.com/technologies/flashplayer10/demos/

http://labs.adobe.com/technologies/flashplayer10/demos/pixelbender/

Lá encontrará animações exclusivas para o Flash 10, incluindo vídeos – em flash é claro.

A dobradinha Firefox e Flash 10 está muito melhor que antes, está muito, mas muito mais estável que nas versões anteriores, no entanto, você precisa usar o Firefox 3.0.3, nem experiente o Flash 10 em versões anteriores do Firefox, pois meu teste com o Firefox 3.0.1 causou diversas travadas. Portanto, fica aí a dica, use o flash 10 apenas com o Firefox 3.0.3 ou superior. Também recomendo a instalação do complemento flashblock que é um método eficiente de bloquear animações em flash intrusivas ou problemáticas.

Como custumeiro, a Adobe está pouco se lixando para usuários de ambientes de 64bits, mas não se preocupe, neste link você encontra uma receita de bolo de como pôr o Flash 10 para funcionar no Ubuntu 64 bits.

  1. #1 por Fabrício Godoy em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 10:01

    Eu uso o Fedora e desde o Flash 9 eu adicionei o repositório da Adobe.
    Logo que lançaram o Flash 10 o atualizador do Fedora detectou e instalou sem problemas.
    Agora que adicionaram repositório para o Ubuntu, as atualizações podem ser gerenciadas de uma maneira mais fácil.

  2. #2 por José Vitor em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 12:00

    Salve,

    Cara, você consegue usar o menu superior esquerdo da página inicial do submarino sem que a apresentação central se sobreponha ao menu?

    http://www.submarino.com.br

    Tentei com esse flash novo e não consegui!

  3. #3 por Patola em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 12:23

    hamacker, duas dúvidas. São dúvidas mesmo, não é ironia ou desdém.

    1) Por que nos seus exemplos você sempre usa o apt-get ao invés do aptitude? A “turma do debian” tem sempre recomendado o aptitude e devido à inteligência maior do bichinho eu também sempre o tenho usado. Além disso, se você usa aptitude parte das vezes e apt-get outra parte das vezes, o aptitude não “lembra” tudo o que devia e na hora de desinstalar ou fazer manutenção de pacotes ele pode se confundir.

    2) Você usa esse esquema de “sudo” do Ubuntu sempre porque concorda ou porque acha mais fácil passar pros outros? Sinceramente, eu detesto e acho muito inseguro. Com isso, efetivamente, você deixa duas contas no sistema com poderes “divinos” (seu usuário e o root) além de uma senha só para as duas. Sou muito mais fazer as tarefas de root como root mesmo, sem sudo, e para logar como root não-localmente você tem mesmo que entrar com a senha do usuário e depois a senha do root, que é diferente. Uma senha pode dar pra adivinhar, quebrar ou roubar, duas já não são tão fáceis.

  4. #4 por Patola em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 12:24

    Ah, e claro, nesse esquema, tem-se que desabilitar no sudoers o acesso total da sua conta de usuário. Fica mais trabalhoso – e por isso mesmo mais seguro.

    OBS.: Sua dica é excelente, como o são quase todas aqui. Parabéns pelo blog, ficam apenas esses dois apartes.

  5. #5 por Luis Otávio de Colla Furquim em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 12:58

    Olá

    Você sabe se há alguma maneira de fazer o flash 10
    instalar-se numa arquitetura 64bits?

    Grato

  6. #6 por hamacker em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 13:23

    Patola, eu uso o ‘sudo’ por questão de costume mesmo.
    Aqui nos servidores debian, eu tenho uma conta ‘administrador’ e configuro o /etc/sudoers para permitir a essa conta que use alguns comandos administrativos como montar/desmontar, apagar fila de emails, etc… mas note :
    administrador ALL=cp -f /home/vol/caixa_entrada/mktg/message.html /etc/postfix/mailling/
    administrador hostname=NOPASSWD:/usr/sbin/postsuper,/usr/sbin/postcat
    administrador ALL=(ALL) NOPASSWD:/usr/sbin/postsuper,/usr/sbin/postcat
    (…)
    Assim digo ao sudo exatamente o que ele pode executar (e os parametros), inclusive sem pedir senha, mas ele não executa nenhum outro comando que não esteja delimitado alí.

    No meu desktop, eu não tenho essa preocupação toda não. Mas se tivesse, colocaria o /etc/sudoers para permitir apenas os comandos apt e se quisesse sem solicitar senha. Sudoers é muito mais flexível que o ‘su’, exatamente por essa flexibilidade ele também pode ser um belo buraco.

    O ‘aptitude’ faz sugestões de remoção de pacotes (não usados, quebrados,etc…) que eu não quero passar ao leitor, e também porque o ‘aptitude’ também erra, no ubuntu, ele sugere remover as documentações e traduções porque ‘elas não são usadas’, para o leitor mais leigo esse tipo de sugestão quando aceitas pode trazer complicações que eu não quero. Mas, pessoalmente eu uso o aptitude.

  7. #7 por hamacker em 16 \16\UTC outubro \16\UTC 2008 - 13:27

    José Vitor, no meu caso, consigo visualizar o site dpo submarino porque tenho instalado o ‘flashblock’ que permite inibir componentes flash de uma página, assim eu só ligo componentes flash da página que não me causem pertubação. Poucos sites tem esse tipo de problema que você descreveu, mas quando acontece, só mesmo o flashblock.

    Mas se eu habilitar flash principal da página do submarino também não consigo acessar as opcoes do menu no painel esquerdo, pois estes ficam por baixo da animação flash.

  8. #8 por marcelasobrenada em 17 \17\UTC outubro \17\UTC 2008 - 1:55

    show! não estou usando ubuntu atualmente, mas morro de saudade, estou sempre vasculhando blog´s como o seu e guardando dicas! valeu.

  9. #9 por Eduardo em 19 \19\UTC outubro \19\UTC 2008 - 2:18

    Opa, Hamacker excelente seu trabalho, gostei do flash 10, só que percebi que ele trava o som do Ubuntu Hardy tendo que fechar o firefox.
    Vi que se reinistalar a libflashsupport ele não trava mais o som do Hardy.

  10. #10 por caarlos0 em 29 \29\UTC outubro \29\UTC 2008 - 12:08

    não sei porque.. mais pra mim não funciona =/

  11. #11 por Luciana em 9 \09\UTC novembro \09\UTC 2008 - 17:54

    Acabei de instalar o flash 10 no ubuntu 8.04 e nada aconteceu. Uso firefox 3.03 ( via instalação “quick and dirty”. Em plugins só há o default. Dei o camando final e apareceu isso. Alguma dica extra?
    @garfield:~$ sudo update-alternatives –set xulrunner-addons-flashplugin /usr/lib/adobe-flashplugin/libflashplayer.so
    Usando `/usr/lib/adobe-flashplugin/libflashplayer.so’ para fornecer `xulrunner-addons-flashplugin’

  12. #12 por Luciana em 9 \09\UTC novembro \09\UTC 2008 - 18:29

    Bobagem minha…vi que o plugin do flash foi instalado em /usr/lib/firefox/plugins então copiei ele para onde o firefox3.03 está /home/user/firefox/plugins/ e funcionou direitinho, som e tudo! Abração!!!!!!!!!!

  13. #13 por Di em 28 \28\UTC fevereiro \28\UTC 2009 - 19:19

    Valeu pela dica… tinha instalado Gnash no Firefox e os vídeos do youtube não funcionavam… segui seu tutorial e agora tah legal.

  14. #14 por Max em 22 \22\UTC março \22\UTC 2009 - 1:29

    Hamacker tenho uma duvida desculpe se sou meio leigo!!! hehe
    Quando tento instalar o flash assim, ele diz q tenho uma dependencia, um arquivo chamado “libpango 1.0-0.

    Sou novo no Linux, pf me ajude =)

  15. #15 por AlbertoMaria em 27 \27\UTC junho \27\UTC 2009 - 14:42

    Muito obrigado por esse tutorial. Um abraço bem forte daqui de Portugal para vocês todos.

  1. Flash Player 10 resolve velho bug da transparência no Linux
  2. INFONATION: VIGÉSIMO POST MAIS LIDO NO WORDPRESS! « InfoNation
%d blogueiros gostam disto: