Aguardando revisão : Winmodem smartlink no Ubuntu

Muita gente tá tendo um trabalhão para instalar o driver smartlink e fazer funcionar seu winmodem. Eu já tive um winmodem compátivel e muito tempo atrás escreví um passo-a-passo de sua instalação, no entanto as versões posteriores do smartlink fizeram com que ele ficasse desatualizado. Poderia atualiza-lo a ponto de deixar funcionando 100%, no entanto, não possuo mais nenhum winmodem compativel, e muita gente em lista de discussão e forum ficam perguntando como se faz para fazer funcionar este ou aquele winmodem. Indicar howto’s para essas pessoas também não é fácil, pois documentação para uso de internet discada é bem escassa. Por isso, estou tentando ressucitar o artigo, mas como não possuo nenhum winmodem então estou atualizando o artigo a cegas. Peço a colaboração dos amigos e possuidores de winmodems compátiveis com SmartLink que me ajudem a caçar erros no artigo, que repito está em revisão e pode não funcionar corretamente.

Os passos seguintes só funcionarão no Ubuntu Hardy Heron.
————————— INICIO DO ARTIGO —————————-
Existe um pacote pronto no repositório para winmodems chamado ‘smartlink’, ele é compátivel com diversos tipos de winmodens. Más há um problema, o driver que está no reopositório nem sempre funciona e se tentar baixar os fontes a partir dos repositórios de fontes (ou via modules-install) notará que ele simplesmente não compila, por essa razão o artigo utiliza os drivers mais recentes baixando-os da internet. Lendo a documentação do SmartLink, vemos que há referencias para os malditos winmodems motorola SM56 que são largamente utilizados aqui no Brasil, cujo suporte ao Linux praticamente não existe, mas calma aí, não há garantias que esse SM56 funcione, mesmo com mensagens em lista de discussão dizendo que funciona com o motorola SM56, eu sou céptico até que eu mesmo veja funcionar.

Antes de prosseguir tenha certeza de que os repositórios universe e multiverse estão corretamente habilitados, se não estiverem então use o synaptic para faze-lo.

1) Instale as ferramentas necessárias para a compilação :

sudo apt-get install -y build-essential dpkg-dev debhelper devscripts fakeroot dh-make bzip2 kernel-package
sudo apt-get install -y linux-headers-`uname -r`

2) baixando os fontes do sl-modem :

cd /usr/src
sudo wget -vc http://linmodems.technion.ac.il/packages/smartlink/slmodem-2.9.11-20080417.tar.gz
(sempre confirme o link acima para saber se “2.9.11-20080417” ainda é a versão mais recente)
sudo tar zxvf slmodem-2.9.11-20080417.tar.gz
sudo cd slmodem-2.9.11-20080417/modem
sudo make
cd ..
sudo make
sudo make install
sudo depmod -a

3) Módulo UnGrab
Alguns modelos de winmodem supridos pelo smartlink não funcionam até que se carregue um módulo chamado ‘ungrab-winmodem’. A instalação desse módulo é fácil como se pode ver a seguir e seu download é pequeno, apenas 1.9KB :

cd /usr/src
sudo wget -vc http://linmodems.technion.ac.il/packages/smartlink/ungrab-winmodem-20080126.tar.gz
sudo tar zxvf ungrab-winmodem-20080126.tar.gz
cd ungrab-winmodem-20080126/
sudo make
sudo make install

4) Instale o script de inicialização ‘sl-modem-daemon’ :
Execute no terminal :

sudo apt-get install -y sl-modem-daemon

Para carregar o driver smartlink :

/etc/init.d/sl-modem-daemon start

É bom anotar o ponto de device que referencia este modem, que comumente é :

/dev/ttySL0

Será este device que você deverá informar toda vez que for configurar o winmodem com qualquer programa, por exemplo : pppconfig, wvdial, etc…

O sl-modem-daemon já cria um symlink para /dev/modem que você poderá usa-lo também, mas deve atentar-se que dependendo da versão do seu Ubuntu (ou Debian) um programa chamado udev tem a mania de elimina-lo a cada boot.

5) Carrega-los na inicialização do sistema ?
O script ‘sl-modem-daemon’ já carrega o modulo smartlink correspondente ao winmodem que foi detectado, porém se voce estiver tendo problemas na carga do driver, poderá forçar o carregamento seguindo as instruções a seguir.

Execute no terminal :

sudo gedit /etc/modules

e acrescente ao final deste arquivo :

# modulo ungrab-winmodem
ungrab-winmodem
# modulo sl-modem para winmodem PCI
slamr
# modulo sl-modem para winmodem USB
slusb

Salve o arquivo e saia do editor de textos.
Pronto ! Modem instalado, agora é só usar o sistema de discagem para ter acesso a internet.

Atenção : A cada atualização do kernel, você terá de recompilar novamente os modulos slmodem (Passo 2) e ungrab-winmodem (Passo 3).

6) Programas de discagem para acesso a internet

Vou fornecer os dois métodos mais simples :

Método 1 : usando o GNOME para executar a discagem:
Execute no terminal :

sudo apt-get install gnome-ppp gpppon

Vá no menu gnome Sistema->Administração->Rede e ir até “conexão ponto a ponto” e ativar a conexão e nas propriedades :
Acesse a guia [Geral] e informe :

Tipo de conexão : Modem Serial

Numero de Telefone : Telefone de conexão de sua operadora, visto que a maioria dos provedores gratuitos usam discadores pode ser necessário ligar para o SAC e solicitar este numero para a sua região.

Prefixo de discagem : Isso é requerido quando algo deve ser digitado ao telefone antes de iniciar a discagem do número do telefone de conexão. Em algumas por exemplo, é necessário digira “0” (zero) para conseguir uma linha ou “0,” (zero e virgula, onde a virgula significa pausa de 1s). De qualquer forma, eu não gosto de informar o prefixo de discagem, quando é preciso um prefixo, eu prefiro digitar na frente do numero de telefone.

Nome de usuário e Senha : dados da sua conta no seu provedor.

Exemplo :
Configurando conexao por modem
Acesse a guia [Modem] e em suas propriedades :

Porta do Modem : selecione /dev/modem ou outro device onde o seu winmodem foi reconhecido.

Tipo de discagem : Provavelmente [Tone], ninguém mais usa [Pulse] nos dia de hoje.

Volume : Escolha [Off] para não ouvir aquele ruído maravilhoso de discagem ou [Low] para volume baixo, [Medium] para volume médio e [Loud] para deixar o volume mais alto possivel. O volume do Modem é um fato determinante de velocidade em linhas muito ruídosas.

Acesse a guia [Opções] e ligue as opções :

– Definir o modem como rota padrão para a internet
– Usar os servidores de nome do provedor de internet
– Tentar novamente se a conexão for cortada ou falhar ao iniciar.

Pronto, clique OK para fechar a janela.
Voce poderá discar o acesso a internet pelo próprio applet de conexão de rede do GNOME, veja :
Conectar e desconectar pelo modem
Um problema com esse método é que requer privilégios de root para habilitar a conexão.
Método 2: Usando o terminal para efetuar a discagem :
Alguns preferem realizar a conexão pelo terminal, eu pessoalmente gostava muito, na época não tinha muitas opções gráficas com a qualidade do wvdial, meu discador preferido. Se voce prefere este tipo de método siga as instruções :

1) sudo apt-get intall wvdial
2) sudo wvdialconf /etc/wvdial.conf
3) Edite o arquivo de configuração :
sudo nano /etc/wvdial.conf
Neste você vai encontrar “userid”, “password” e “phone” onde voce deverá informar respectivamente login do usuario, senha e telefone do seu provedor.

Acho interessante o método usando wvdial porque com ele você configura rapidamente o timeout de espera, isto é, ao fazer a discagem para alguns provedores gratuitos o handshake (aquele barulho enorme ao final da discagem) para negociar a velocidade da conexão demora tanto que o pppd(serviço de dialup) simplesmente mata o handshake pela metade dando a mensagem de erro “NO CARRIER”. Não me recordo do parâmetro para aumentar o timeout no wvdial, mas não é nada que um ‘man wvdial.conf’ não resolva. Também é possível resolver o timeout diretamente no pppd e facilitar as coisas com o pppconfig ou os discadores do gnome, porém a documentação não é tão fácil quanto o wvdial.
——————— FIM DO ARTIGO ——————
Sugestoes podem ser enviadas nos comentários.

  1. #1 por Manoel Aleksandre em 29 \29\UTC maio \29\UTC 2008 - 5:49

    Muito bom!

    Uso um NetoDragon em meu Debian. É um modem muito bom e facilmente encontrado no Brasil. Há um trabalho desenvolvido pelo Alarcon Fernandes aqui do Ceará que vem ajudando usuários de modens que usam o driver Smartlink há alguns anos. O tópico no fórum é http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,4204.0.html
    Trata-se de um pacote com um script auto-instalável e auto-configurável. Uma verdadeira mão-na-roda para os que se iniciam no Linux.

  2. #2 por Alarcon Fernandes em 29 \29\UTC maio \29\UTC 2008 - 9:14

    Os Modems Motorola SM56 com ID 1057:3052 são suportados pelo driver Smartlink já a algum tempo. Já modems Motorola SM56 com outras IDs não funcionam.

    Como o amigo Aleksandre falou acima, presto assistência aos usuários de conexão discada e Ubuntu desde 05/03/2006 com um tópico chamado de Tutorial para HSP56 MR driver Smartlink. Fiz um pacote com um script que instala o driver Smartlink mais novo para cada versão do Ubuntu lancada e como plus, também instala e configura o discador gnome-ppp conforme as respostas de quem utiliza o pacote que fiz para o Ubuntu.

  3. #3 por marcos antonio domingues do amaral em 4 \04\UTC junho \04\UTC 2008 - 18:03

    muito obrigado, que Deus abençoe com muito conhecimento linux.

  4. #4 por Passarin Jr. em 29 \29\UTC junho \29\UTC 2008 - 11:53

    Cara. Tô testando seu tuto, primeiro instalando os pacotes…Ma acho que ficou faltando algo…como alguém (iniciante ) poderia instalar algo pelo apt-get se o único meio dele se conectar na internet é pelo modem!?
    No meu Caso eu tô usando o chroot no Kurumin 7, que tenho instalado em outra partição, comandos:

    sudo mount -t reiserfs /dev/hda8 /mnt/hda8
    sudo chroot /mnt/hda8

    substituindo o “hda8” pela partição onde tá instalado o ubuntu. No caso de não ter nenhuma outra distro instalada, a dica é usar o Kurumin 7 ou Kurumin 7 Light. Ambos têm suporte pra esses modems e são acionados automaticamente via scripts.

    Abraços!

  5. #5 por GREGO em 20 \20\UTC julho \20\UTC 2008 - 1:30

    Olá !
    Cara seu tutorial é show, segui todos os passos e funcionou o modem e a discagem mais toda vez que inicio o sistema (Ubuntu 8.04) ele disca sozinho e conecta mais não navega. Eu gostaria de desativar esta discagem automática na inicialização pois não é todas as vezes que ligo o pc que quero conectar. Pode ajudar?
    Até !

  6. #6 por Marcilio Ferrari em 20 \20\UTC dezembro \20\UTC 2008 - 18:32

    Demais, esse foi o melhor tutorial que achei até agora sobre o assunto. É uma pena que para mim no passo 2, não obtive sucesso, quando executo os comandos deste passo, aparece o seguinte erro: In function ‘open’,
    inlined from ‘datafile_save_info’ at modem_datafile.c:114:
    /usr/include/bits/fcntl2.h:51: error: call to ‘__open_missing_mode’ declared with attribute error: open with O_CREAT in second argument needs 3 arguments
    make: ** [modem_datafile.o] Erro 1.

    Por favor, ajude-me a resolver este erro, sou iniciante no Ubuntu.

    Obrigado!

%d blogueiros gostam disto: