VirtualBox no Ubuntu 8.04

O VirtualBox possui uma versão OpenSource Edition. Além dela existe a versão comercial onde paga-se uma licença de uso, mas se for para uso pessoal e não comercial não é preciso pagar nada. Eu já falei dela aqui em artigos passados e acho que não preciso repetir tudo novamente.
A versão OpenSource ou apenas OSE é equivalente a versão comercial com exceção dos seguintes itens que estão presentes apenas na versão comercial :

  • Suporte a USB (mas você pode compartilhar arquivos entre a anfitriã e maquina virtual nem necessitar do suporte a USB)
  • USB over RDP
  • iSCSI initiator

Nos outros itens, ambas as edições são exatamente iguais.

Passo 1) Se quer experimentar o VirtualBox-OSE siga os procedimentos abaixo :

Abra o terminal e execute :

sudo apt-get install virtualbox-ose virtualbox-ose-modules-generic

Após a execução do comando acima, voce vai encontrar o ícone para carrega-lo em menu->Aplicações->Ferramentas do Sistema->VirtualBox OSE.

É claro que nem tudo é perfeito, se você tentar executar o virtualbox de forma crúa pela primeira vez vai receber uma mensagem como essa :

vbox-erro-iniciar-vm

O que fazer ?
Primeiramente, cadastre seu usuário no grupo ‘vboxusers’ :

sudo adduser seulogin vboxusers

É intrigante que você seja obrigado a reiniciar sua sessão gnome para que o comando acima passe a valer, portanto feche o seu login e entre novamente.

Passo 2) Atualizou o kernel e infelizmente o VirtualBox não roda mais ?

A solução mais rápida é a seguinte :

sudo apt-get install module-assistant debhelper dpkg-dev gettext \
html2text intltool-debian patch po-debconf dh-make debian-keyring build-essential

sudo m-a auto-install virtualbox-ose-source

Esse método usará o programa module-assistant (m-a) para criar um pacote virtualbox-ose-modules-generic para o kernel que voce está usando agora e em seguida o instalará automaticamente. Se por necessidade quiser compartilhar essa atualização com outras máquinas não precisa mais recompila-lo como fez no passo acima, basta transportar o pacote :

/usr/src/virtualbox-ose-modules-[versao]-generic[versao].deb

para a máquina de destino e dar um duplo clique sobre ele, ou se preferir via terminal :

sudo dpkg -i /local/onde/voce/colocou/o/pacote/virtualbox-ose-modules-[versao]-generic[versao].deb
sudo apt-get install -f

Atenção: Em toda oportunidade que voce for obrigado a atualizar o ‘virtualbox-ose-modules’ é requerido o boot.

Passo 3) Como criar uma máquina virtual Windows

Carregue o VirtualBox, e siga o tradicional passo-a-passo :
Clique no botão Novo :

criando uma nova virtual machine

Na próxima tela voce deverá formalizar algumas propriedades da máquina virtual como por exemplo, o Nome, o qual voce pode informar qualquer um, eu pessoalmente não gosto de colocar espaços e acentos :

definindo um nome para a vm

Também será preciso informar a quantidade de Memória RAM, essa quantidade depende do que você vai rodar no XP, 192M é suficiente para muita coisa :

memória ram para a virtual machine

Depois será necessário informar o uso do disco, como será a primeira vez que voce executa será necessário voce criar um. Portanto, clique em criar, como mostra a figura :

Criando um disco virtual

Opte por criar um disco de tamanho dinamicamente expansível :

vbox-criar-disco-dinamicamente-expansivel

O tamanho do disco e nome pode definir ao seu bel-prazer :

nome e tamanho do disco virtual

Confirme se todas as definições do disco estão prontas :

definições do disco prontas

Depois, é só escolher utilizar este disco virtual recém-criado :

No passo seguinte será apresentado um resumo de como ficará sua Máquina Virtual :

Resumo da máquina virtual

Escolha finalizar para completar a criação da máquina virtual.

Essa é uma boa hora para voce inserir o disco “bootável” contendo o sistema operacional Windows na unidade leitora de CD.

Mas ainda não acabamos a configuração, infelizmente teremos que voltar e reconfigurar a máquina virtual. Selecione a máquina virtual recém-criada e clique no botão Configurações :

Configurando a VM

Vá até a opção CD/DVD-ROM e marque as opções :

  • Montar unidade de CD/DVD
  • Drive de CD/DVD do Hospedeiro e informe a unidade se voce tiver mais de uma
  • Habilitar o passtrhough

Como mostra a figura :

Configurando o cdrom

Clique em [OK] para finalmente finalizarmos a configuração da máquina virtual.
Agora, na tela principal clique finalmente em [Iniciar].
Depois de ser notificado que sua tecla de host será o Control do lado direito, voce passará para a instalação a partir do cdrom que voce colocou no drive :

Instalando o Windows

Aguarde a instalação do Windows até o seu final, lembre-se de que para sair da máquina virtual é só teclar Control do lado direito :

Tela 2

Quando completar a instalação do Windows, retire o CDROM da unidade e reinicie o sua máquina virtual.

Passo 4) Instalando as ferramentas “adicionais para convidado”

Antes de você prosseguir, confirme que voce tenha retirado o cdrom do sistema operacional e tenha reiniciado a sua máquina virtual.
Na realidade as ferramentas guest são os drivers que precisam ser instalados na sua máquina Virtual para dar-lhe alguns recursos extras, incluindo até mesmo a performance. Para instalar, acesse o menu do VirtualBox e escolha Menu->Dispositivos->Instalar adicionais para convidado como você vê na figura abaixo :

Instalando ferramentas para convidado

Na primeira execução do Instalar adicionais para convidado, voce será questionado se deseja fazer o download do programa, infelizmente sua única resposta é sim porque o VirtualBox-OSE não acompanha nativamente Instalar adicionais para convidado. Então responda Sim para fazer o download, como mostra a figura abaixo :

Download de Instalar adicionais para convidado

Ainda será necessário confirmar o download novamente :

Download de Instalar adicionais para convidado

Ao completar o download da ferramenta, uma outra questão surgirá perguntando se deseja montar o a imagem do cdrom que acabamos de efetuar o download, responda “Montar” (ou Mount em inglês) :

Montar Instalar adicionais para convidado

Nem sempre o autostart do Windows da máquina virtual aparece automáticamente, por isso, precisaremos dar um WIN+E para abrir o explorer do Windows e selecionar a unidade de CDROM de nossa máquina virtual :

usando o winexplorer para instalar as ferramentas para convidado

Dê um duplo clique na unidade de cdrom que a essa altura está com o nome “VBOXADDITIONS_1.5.6_28241”, isso será o suficiente para exibir o autorun e a tela a seguir :

executando o ferramentas para convidado

O processo de instalação já o conhecido Next->Next->Finish que todos os usuários de windows estão habituados. Fique atento para confirmar também a instalação de drivers como essa tela aqui :

ainda instalando as ferramentas para convidado

O motivo da atenção é que as vezes a tela acima de confirmação de instalação de driver aparece abaixo das outras janelas e não é vista, as vezes erroneamente você pode pensar que instalado parou, quando na realidade está simplesmente aguardando você confirmar a instalação.
Ao completar a instalação do ferramentas adicionais para convidado voce será convidado a dar um boot, por favor, dê um boot na máquina virtual :

Ferramentas adicionais para convidado instalado com sucesso

Após a instalação ferramentas adicionais para convidado voce terá muitas novas opções como :

  • rodar o Windows em tela cheia
  • um novo recurso chamado SeamLess (HOST+L) que permite jogar uma janela do windows para fora da Virtual Machine, dando a impressão de executar um aplicativo nativo do windows no linux
  • Redimensionamento de resolução de tela dinâmico
  • Compartilhar pastas

Configuração de Rede

Este tópico é um problema para os mais novatos, o VirtualBox por padrão cria uma subrede abaixo da máquina hospedeira, mas a virtual machine tem conectividade com a máquina hospedeira através de Roteamento por NAT, assim, a placa de rede interna da virtual machine recebe um ip da classe 10.0.0.0 e tem como getway a máquina hospedeira. Isso é suficiente por exemplo, para conseguir acessar a internet se a máquina hospedeira tiver tal acesso. O que parece ser um problema para os mais novatos, é colocar a máquina virtual na mesma rede que sua hospedeira, neste caso voce tem de ir até a configuração de rede do VirtualBox para a máquina virtual selecionada, veja as telas de exemplo :

Entrando em Configurações, acesse o item “Rede” :

Agora configure sua interface de rede no virtualbox conforme sua necessidade, pode inclusive designar mais de uma placa de rede ou redes diferentes. Na prática se voce não tiver mais de uma placa de rede sobrando lhe sobra apenas usar NAT mesmo, ou então voce tem que criar no seu Linux uma interface virtual que chamamos de bridge e neste caso usar a interface de bridge para colocar a virtual machine na mesma rede da máquina hospedeira. O vmware ele cria uma interface de bridge assim que é instalado em seu sistema porque considera o [sim] como padrão para as suas respostas, o virtualbox não faz isso. Se voce deseja criar uma interface virtual para usar como bridge use este tutorial :
http://www.jragomes.com/content/view/17/5/
Ou se preferir, use a minha maneira no tópico a seguir.

Criando um script para criar uma bridge para uso no VirtualBox

Faça o download do script abaixo e salve-o com o nome de /etc/minha_bridge.sh, ele está com a extenção .odt apenas para ludibriar o WordPress que não aceita essa extensão, por isso o arquivo abaixo terá de ser renomeado :
minha_bridge.sh
Renomeia-o para o nome certo e dê permissão de execução :

sudo mv /local/onde/baixei/minha_bridge.odt /etc/minha_bridge.sh
sudo chmod a+x /etc/minha_bridge.sh

Edite o arquivo acima, e tome atenção para as seguintes linhas :

#
# Login que receberá permissao
#
BRIDGE_LOGIN=”seulogin”

Em [seulogin], coloque o seu login.
Ainda em :

#
# Interface de rede envolvida
#
BRIDGE_NIC=”eth0″

Confirme acima, se a placa para executar o bridge é realmente eth0, em notebooks geralmente há a interface Wifi e a Local e nem sempre a que queremos usar é eth0.
Ainda mais :

#
# Usar DHCP ou IP fixo ?
#
BRIDGE_USE_DHCP=”S”

Se há um DHCP na sua rede, deixe-o como “S”, caso contrário, para usar IP Fixo na interface de bridge use “N”.

Se voce optou por usar IP Fixo, terá de modificar as seguintes linhas :

#
# Se for ip fixo fornecer os dados abaixo
#
BRIDGE_IP_ATUAL=”192.168.1.14″
BRIDGE_IP_DESEJADO=”192.168.1.15″

Onde BRIDGE_IP_ATUAL é o seu atual IP da interface que voce forneceu e BRIDGE_IP_DESEJADO será o IP que será atribuído a nova interface de bridge que será criada.

Não estou dando nenhuma garantia ao script acima, ele simplesmente funciona para mim e estou distribuindo a voce. Não espere que se houver situações diferentes na sua rede um suporte neste blog, para isso existe os canais costumeiros.

Uma vez executado este script, a saber :

sudo /etc/minha_bridge.sh

Vá até a tela de configuração do VirtualBox, na guia “Rede” e em “Ligado a” escolha “Interface do hospedeiro” e adicione “tap1” ao item “Nome da placa de rede” :
Configurando rede TAP no VirtualBox
Tenho quase certeza que há um método melhor criando um script para “Configurar Aplicação” e “Terminar Aplicação” conforme exibe essa janela de configuração, mas como não sei como usa-los então vai do jeito “feijão com arroz”. O script ‘/etc/minha_bridge.sh’ terá de ser executado antes de executar a virtual machine, se voce usa sempre a mesma virtual machine ou sempre usará bridge poderá então adicionar ‘sudo /etc/minha_bridge.sh’ ao arquivo /etc/rc.local, dessa forma a cada boot, seu sistema irá criar a bridge para você.

Agora só resta configurar a interface dentro da máquina virtual, não espere que o Windows vá pegar um IP automático, simplesmente configure o Windows como se fosse um IP fixo, repassando os DNSs e o Gateway de sua rede :
Configurando rede no Windows
É assim que costumo configurar bridge no VirtualBox, tem funcionado para mim desde o Gutsy. Tem como colocar o script “minha_bridge.sh” para inicialização no boot, mas vou deixar isso como fonte para sua pesquisa.

Compartilhando pastas entre VM e anfitrião

O Virtualbox permite a VM acessar pastas do seu sistema Linux, com isso você pode compartilhar arquivos entre ambos. Faça assim :
a) Carregue sua Virtual Machine
b) Depois de sua VM completamente carregada acesse o menu do VirtualBox em Dispositivos->Pastas compartilhadas :
compartilhando pastas no virtualbox
c) Agora clique no ícone de adicionar compartilhamento e informe as pastas do seu sistema Linux que estarão sendo compartilhadas e o nome de compartilhamento que você irá dar para cada uma dessas pastas :
acrescentando pastas compartilhadas
d) Dentro da sua VM, é fácil acessa-las, basta mapear \\VBOXSRV\nome-do-compartilhamento ou diretamente do ícone no Windows Meus Locais de Rede->Toda a Rede->VirtualBox Shared Folders :
acessando pastas compartilhadas pela VM
Se você vai fazer acesso constante, recomendo mapeá-la :
mapeando uma pasta compartilhada
Pronto ! Com isso concluímos o “como instalar o virtualbox”, “como criar uma virtual machine” e “como compartilhar uma pasta”, isto é, barba, cabelo e bigode.

Conclusão

Acho que isso encerra a instalação do VirtualBox, espero que voce usufrua da melhor forma possível.

  1. #1 por Mayron Cachina em 30 \30\UTC abril \30\UTC 2008 - 16:03

    Como sempre salvando nossas vidas :D

    Só achei que faltou uma coisa… como compartilhar maquina virtual e maquina real e a usb!
    é bom ter todas essas informações em um canto só.

  2. #2 por Anderson em 30 \30\UTC abril \30\UTC 2008 - 16:42

    Valeu Hamacker, tentei instalar o VBox em casa mas ocorreram alguns erros, vou testar sua dica…

  3. #3 por Roberto em 1 \01\UTC maio \01\UTC 2008 - 3:18

    Valeu pela dica de tutorial.

  4. #4 por Roberto em 1 \01\UTC maio \01\UTC 2008 - 3:19

    Valeu , uma abraço

    Roberto

  5. #5 por Paulo Gustavo em 1 \01\UTC maio \01\UTC 2008 - 7:40

    Parabéns, eu havia seguido o primeiro tutorial e descoberto estes passos adicionais na encinclopédia universal (google).
    Agora posso jogar gunbound tranquilo heheheh.

    Abraços,

  6. #6 por ZehRique em 2 \02\UTC maio \02\UTC 2008 - 3:17

    Hamacker,

    Muito interessante o VirtualBox. Vou testar no meu Ubuntu 8.04.

    Só lamento uma coisa: não vou poder usar minha impressora USB com ele, pelo visto. :-(

  7. #7 por Manoel Aleksandre em 4 \04\UTC maio \04\UTC 2008 - 7:25

    Realmente, mais um tutorial bem produzido!
    Estou usando Debian 4.0, instalei o VirtualBox-OSE, mas quando tento instalar algum S.O. reclama da ausência do vboxdrv. Pensei que com o OSE não necessitasse a compilação do mesmo.
    Ateh!

  8. #8 por silfar em 5 \05\UTC maio \05\UTC 2008 - 9:21

    Beleza de tutorial, mas acho que faltou como configurar a rede para ter acesso a outras maquinas.

  9. #9 por José Edes Neves em 7 \07\UTC maio \07\UTC 2008 - 20:56

    Eu instalei o Virtualbox pelo seu tutorial e estava funcionado perfeitamente qdo estava usando o kernel 2.6.24-16 mas ao atualizar para o 2.6.24.17 não funcionou mais. Então segui sua dica no passo 2 digitando o comando sudo m-a auto-install virtualbox-ose-source e olhe o que deu edes@edes:~$ sudo m-a auto-install virtualbox-ose-source
    sudo: m-a: command not found
    edes@edes:~$
    Desculpe-me incomoda-lo mas eu preciso resolver isso e não sei como. Podes me ajudar? Ja fiz uma desinstalação completa, reiniciei a maquina, instalei novamente; funcionou; mas ao reiniciar novamente voltou não funcionar.

  10. #10 por ZehRique em 10 \10\UTC maio \10\UTC 2008 - 1:33

    Olá, Hamacker.
    O comando que você descreve neste trecho que destaco não é o chmod ao invés de chown?

    Renomeia-o para o nome certo e dê permissão de execução :

    sudo mv /local/onde/baixei/minha_bridge.odt /etc/minha_bridge.sh
    sudo chown chmod a+x /etc/minha_bridge.sh

  11. #11 por ZehRique em 10 \10\UTC maio \10\UTC 2008 - 1:35

    Que legal, a tag do XHTML não pegou na linha do sudo. :/

    O não correto seria?

    sudo chmod a+x /etc/minha_bridge.sh

    Abraço!

  12. #12 por hamacker em 10 \10\UTC maio \10\UTC 2008 - 8:38

    ZehRique, obrigado.

    Erros acontecem, ainda bem que voces estão espertos.

  13. #13 por Alright em 11 \11\UTC maio \11\UTC 2008 - 23:03

    como faço para a acentuação funcionar no virtual box aqui em casa não funcionou … está configurado certinho …. ABNT2 e talz … e mesmo assim não funciona …

    Responda no meu email … Sou um grande admirador do seu trabalho … Abraços !

  14. #14 por josue em 13 \13\UTC maio \13\UTC 2008 - 12:22

    ola hamacker!!!

    muito bom seu tutorial…meus parabens.

    consegui instalar tudo direitinho seguindo seu tutorial…instalei o winxp na vm mas nao consigo acessar a internet apartir desse winxp da vm.

    por favor onde eu encontro a resposta pra isso.

    obrigado

    abracos

  15. #15 por jcmartim em 27 \27\UTC maio \27\UTC 2008 - 2:27

    Oi Gostei muito do seu tuturial, porém fiquei também com problemas de acentuação. As teclas de acentuação não estão funcionando. Sabe se existe alguma forma de resolver isto, já procurei no Google e não encontrei a solução. Desde já agradeço a atenção.

  16. #16 por Regis em 29 \29\UTC maio \29\UTC 2008 - 17:58

    Acentuação no VirtualBox com Ubuntu 8.04

    jcmartim, aqui tive o mesmo problema. A solução é a seguinte: depois de abrir o VirtualBox, antes de inicializar qualquer máquina virtual, na janela principal abra o menu “Arquivo” –> Preferências –> Entrada e desmarque a opção “capturar teclado automaticamente”.

    Agora está funcionando normal.

  17. #17 por Arrow em 30 \30\UTC maio \30\UTC 2008 - 14:36

    MUITO TEMPO NÃO VEJO UM TUTORIAL TÃO BEM FEITO, PARABENS E OBRIGADO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  18. #18 por hamacker em 2 \02\UTC junho \02\UTC 2008 - 16:15

    Para tornar o script mybridge como padrão a ser carregado a cada inicialização :
    cp minha_bridge.sh /etc/init.d
    update-rc.d minha_bridge.sh

  19. #19 por Vítor em 9 \09\UTC junho \09\UTC 2008 - 11:09

    Olá,
    Muito bom tutorial!
    Pra mim seria legal se acrescentasse um procedimento para configurar a porta serial. Eu sei que quase não se usa mais, porém eu tenho um scanner que não roda em linux e as instruções no manual do VBox são um pouco obscuras.

  20. #20 por Alessandro Santos em 9 \09\UTC julho \09\UTC 2008 - 10:29

    Parabéns pelo tutorial, mas não consegui fazer o compartilhamento entre o Linux e a VM.
    Não aparece nos meus locais de rede as pastas compartilhadas.

    O q pode estar errado?

    Abraço!

  21. #21 por sucroot em 10 \10\UTC julho \10\UTC 2008 - 21:31

    Muito bom mesmo o tutorial, bem detalhado…Virtual Box levinho ta rodando perfeito, 101%. Parabéns! 8-)

  22. #22 por Ewandro em 14 \14\UTC julho \14\UTC 2008 - 23:48

    Valeu otimo tutorial, me ajudou pacas, parabéns

  23. #23 por Santaum em 22 \22\UTC julho \22\UTC 2008 - 23:59

    Tutorial excelente.

    Digo isso porque geralmente tutoriais ensinam os tutores e alguns amigos. Esse não, foi bem detalhado e consegui resolver meu problema.

    Obrigado.

  24. #24 por Rev. Beraldo em 23 \23\UTC julho \23\UTC 2008 - 0:29

    Cara, esse tutorial era tudo o que eu precisava. Instalei o VirtualBox, e agora posso dar adeus ao Windows, finalmente!

    =D

  25. #25 por joiner em 26 \26\UTC julho \26\UTC 2008 - 16:14

    eu não consegui fazer funcionar uso net wireless pela wlan0 e e tenho a placa de rede eth0

  26. #26 por Fagner Oliveira em 29 \29\UTC julho \29\UTC 2008 - 1:47

    aki ta aparecendo o seguinte erro…

    VBox status code: -1908 (VERR_VM_DRIVER_NOT_INSTALLED).

    oq pode ser? eu nao sei mito bem pois estou usando linux a apenas 5 semanas….

  27. #27 por gutavo em 29 \29\UTC julho \29\UTC 2008 - 14:27

    valeu mesmo me ajudou pacas!!

  28. #28 por Érick em 13 \13\UTC agosto \13\UTC 2008 - 17:20

    Valeu Cara!!
    Minha USB apareceu entre os dispositivos depois do roundhouse kick, mas na janela do VM eles ficam aparecendo apenas “inclicáveis”… Ainda não consigo usá-los… O que eu posso fazer?

  29. #29 por David em 14 \14\UTC agosto \14\UTC 2008 - 9:35

    Parabéns, fantástico tutorial, fiquei de frente com esse erro, e não sabia oque fazer, procurei em varios tudos mas não deu certo, 1 ate mandava dar o comando “sudo m-a auto-install virtualbox-ose-source”, mas não em ensinava que para o “m-a” funcionar tinha que fazer um procedimento antes.

  30. #30 por andre em 5 \05\UTC setembro \05\UTC 2008 - 12:51

    parabens ^^

    vlw

  31. #31 por luiz em 8 \08\UTC setembro \08\UTC 2008 - 12:19

    sua explicação foi perfeita! conseguir instalar tranquilo o virtualbox.
    mais quando começa a instalação da maquina virtual o computador trava!
    você pode me dizer o que pode ser?
    obrigado!!!!

  32. #32 por Hermes Brandão em 15 \15\UTC setembro \15\UTC 2008 - 13:12

    Automatizando o Start de uma maquina virtual

    VBoxManage startvm WindowsXP

  33. #33 por Alexandre Pereira em 19 \19\UTC setembro \19\UTC 2008 - 0:57

    Blza.

    Parabéns pelo seu tutorial, consegui alcançar os meus objetivos através dele. Sou iniciante em Linux e ainda tenho muitas dúvidas. Mas o seu tutorial, principalmente o script da bridge, foi fundamental para o sucesso da minha necessidade.

    Vlw

  34. #34 por Pierre em 8 \08\UTC outubro \08\UTC 2008 - 14:27

    Muito bom o tuturial!
    Funcionou 100% com a eth0, mas alterando os parametros para funcionar com a wlan0… nada feito. Fica sem conexão com a rede.
    Alguém sabe o que pode ser?

  35. #35 por gregory em 18 \18\UTC outubro \18\UTC 2008 - 16:14

    oi a tods!
    PRIMEIRAMENTE MUITO OBRIGADO POR APORTARNOS ESSE MAGNIFICO TUTORIAL, mas
    tenho um pequeno problema que gostaria de resolverlo.segui bem o tuto e instalei perfeitamente o virtual, porem não tenho espaço suficiente na partição do ubuntu, então queria instalar em uma partição que sim tem espaço, ao problema, me aparece a janela do erro no driver

    sabes porque ocorre isso?¿
    a criei en I:\MULTIMEDIA e não me deixa instalar o xp.
    me poderias explicar que posso faazer estarei eternamente agradecido.
    novamente MUITO OBRIGADO PELO TUTO

  36. #36 por gregory em 18 \18\UTC outubro \18\UTC 2008 - 16:28

    desculpa-me pela imagen que coloquei, aparecia esta mais ta solucionado, a que me aparece mesmo eh essa

    Quickpost this image to Myspace, Digg, Facebook, and others!

  37. #37 por gregory em 18 \18\UTC outubro \18\UTC 2008 - 16:29

    descupa

  38. #38 por Clayton em 19 \19\UTC outubro \19\UTC 2008 - 21:09

    Gostei muito do tutorial Hamacker meus parabéns.
    Só tenho uma dúvida quanto ao script minha_bridge.sh, como faço pra fazer duas bridges ou mais ?
    Tipo.. instalei um XP em uma VM e o Debian em outra… quero uma bridge pra cada um.
    Vê se seguí a lógica certa:
    Executei o minha_bridge.sh e tava criado a tap1, executei pra funcionar com o XP e deu tudo certo.
    Em seguida editei o script e mudei tudo que era br0 para br1 e tap1 para tap2 (a intenção é de coloar uma interface para o debian com esse nome), executei e a tap2 subiu mas não pegou endereço do meu dhcp. Dá pra resolver isso ?

  39. #39 por gregory em 20 \20\UTC outubro \20\UTC 2008 - 3:14

    Amigo, to de novo aqui, dessa vez é pre dizer que não sei o que fiz mas ja me funciona tudo bem!
    mais uma vez queria agradecer por esse tuto tão bem feito e explicado, sou um ignorante no ubuntu mais com sua ajuda consegui ser um pouco menos, obrigado pela ajuda.
    +10
    +10

  40. #40 por gregory em 20 \20\UTC outubro \20\UTC 2008 - 3:15

    Amigo, to de novo aqui, dessa vez é pre dizer que não sei o que fiz mas ja me funciona tudo bem!
    mais uma vez queria agradecer por esse tuto tão bem feito e explicado, sou um ignorante no ubuntu mais com sua ajuda consegui ser um pouco menos, obrigado pela ajuda.
    +10
    +10

  41. #41 por Hélio Évora em 21 \21\UTC outubro \21\UTC 2008 - 6:09

    Muito bom esse seu tutorial. Continua assim, você me ajudou muito…Muito obrigado

  42. #42 por jose siqueira III em 21 \21\UTC outubro \21\UTC 2008 - 12:51

    Quero somente agradecer por este excelente tutorial, pois como iniciante em linux-ubuntu , ja havia tentado varios outros sem sucesso total.Alias o que seria iniciamente um file server (samba) para um rede com 20 micros , hoje ja estou rodando um winserver2003 para sap e minha intranet e winxp para outros aplicativos menores, mas o proximo que quero fazer webserver e mailserver e a curto prazo me livrar do janelas… abracos e precisando de alguma coisa estou a disposicao.

  43. #43 por Giulianno de Lollo em 29 \29\UTC outubro \29\UTC 2008 - 10:58

    Muito bom, é um dos poucos tutoriais que realmente explicam como deve ser feito todo o processo.

  44. #44 por Nick Marinho em 30 \30\UTC outubro \30\UTC 2008 - 21:25

    Já tinha testado o VMWare mas detestei, pesado demais e ruim de lhe dar com a internet para compartilhar, mas com o VirtualBox tudo foi fácil.

    Instalei no trabalho e aqui em casa para jogar pelo Ruindows emulado no meu Debian e foi que é uma beleza.

    Parabéns aos desenvolvedores da bagaceira que é o VirtualBox … maravilhoso !!!

    Acessem: http://www.racaboxer.com.br
    http://www.lucianomarinho.com.br

    Abraços !!!

  45. #45 por Maurilio em 15 \15\UTC novembro \15\UTC 2008 - 19:00

    Tú eh F*da…

    Arrebentou! :-)

  46. #46 por Heidson em 25 \25\UTC novembro \25\UTC 2008 - 15:34

    Olá!
    Só têm um porém, pelo Virtualbox não é possível usar usb usando rdp. Eu tenho um ltsp rodando aqui, então o terminal leve acessa o Ubuntu e depois abro o tsclient pelo terminal e acesso a máquina virtual com o windows server 2003, mas a placa pci usb 1.1 espetada no terminal leve não funciona, A usb funciona apenas no hospedeiro ou então em máquinas que tenham o windows instalado no HD da máquina cliente. A usb funciona no ltsp.Em terminais leves que possuam apenas a placa pci usb, o Virtualbox não dá conta do recado, só não sei se é por causa do VB ou se é o Win2003 que não dá suporte a montagem de usb no cliente que está acessando.Estou pesquisando como fazer a usb funcionar no terminal há semanas e não achei nada. Alguma idéia de como fazer funcionar?
    Abraço!

  47. #47 por Rogerio em 14 \14\UTC janeiro \14\UTC 2009 - 20:50

    Sinceramente foi o melhor que achei na net.

    Muito obrigado mesmo, eu estava apanhando demais em um artigo do VOL, mas aqui resolvi tudo.

  48. #48 por douglas santos em 2 \02\UTC fevereiro \02\UTC 2009 - 19:38

    o campaeao reamente mto seu how-to, porem nao consigo eliminar o erro que esta acontecendo…

    o erro é este:

    “VERR_VM_DRIVER_NOT_INSTALLED (rc=-1908)

    The VirtualBox Linux kernel driver (vboxdrv) is either not loaded or there is a permission problem with /dev/vboxdrv. Re-setup the kernel module by executing

    ‘/etc/init.d/vboxdrv setup’

    as root. Users of Ubuntu or Fedora should install the DKMS package at first. This package keeps track of Linux kernel changes and recompiles the vboxdrv kernel module if necessary.”

    o que pode ser?

  49. #49 por douglas santos em 2 \02\UTC fevereiro \02\UTC 2009 - 19:41

    só pra complementar eu uso debian etch e o primeiro erro é:


    Virtual machine ‘XP’ has terminated unexpectedly during startup.

    Código de Resultado:
    NS_ERROR_FAILURE (0x80004005)
    Componente:
    Machine
    Interface:
    IMachine {1e509de4-d96c-4f44-8b94-860194f710ac}

    nao consigo achar nada na ent relacionado

  50. #50 por douglas santos em 2 \02\UTC fevereiro \02\UTC 2009 - 20:04

    hamhacker…. bom seu how-to realmente foi o melhor que eu achei a respeito de virraul box…. mais eu fui mais rapido que voce no erro… rs…

    só pra documenta ai pra galera caso alguem encontra um erro igual o meu….

    entao:
    eu removi tudo que fosse relacionado a virtual box e percebi qye estava com duas versoes instaladas 2.0 e 2.1, bom instalei somente a 2.1 e depois de fechar a sessao e reiniciar a sessao funcionou normamente!

    vlw!!!

  51. #51 por Danilo em 18 \18\UTC fevereiro \18\UTC 2009 - 1:40

    Parabéns pelo post, deu tudo certo!

  52. #52 por ricardo em 19 \19\UTC fevereiro \19\UTC 2009 - 20:25

    Hamacker, antes de mais nada, gostaria de parabenizar a vc e seus colaboradores pelo script Ubuntu-perfeito!! Graças a ele, eu e meus amigos agora estamos usando o Linux, aos pouquinhos, é claro, mas estamos gostando muito, pois sempre ficávamos com vontade de usá-lo porém ninguém aqui sabia como instalar os programas que o script faz =), como por exemplo, deixar o virtualbox funcionando redondinho!!!

    Porém eu preciso de sua ajuda: tenho um note, itautec e ele nao possui a tecla Ctrl do lado direito, só tem Ctrl do lado esquerdo. O problema acontece quando preciso usar o virtualbox e nao consigo usufruir das teclas de atalhos, pois todas começam com o Ctrl Direito + alguma coisa….

    Será que tem como mudar de Ctrl Direito para Ctrl Esquerdo, por exemplo?? No google nao achei nada….

    Fico no aguardo ai.. e ainda to tentando entender pq nao colocaram o tal do Ctrl direito no meu note.. =/ (deve ser caro pacas ne… rsrsr!!!)

    Abraço!!!

  53. #53 por enock martins em 19 \19\UTC abril \19\UTC 2009 - 18:26

    Hamacker parabens pelo post muito bom mesmo cara. Que bom que encontramos pessoas inteligentes e solidarias nessa net. Comigo ocorreu um problema na hora de “Instalar adicionais para convidado”, eu intalei o meu virtual box pelo terminal mesmo (uso ubuntu) so que na hora de confirmar o download para baixar esses adicionais da erro. O que fiz foi baixar a imagem daqui: http://dlc-cdn-rd.sun.com/c1/virtualbox/2.0.4/VBoxGuestAdditions_2.0.4.iso?e=1240176464&h=cef450d4a1bc8229216b7f8743caf829 e agora em que pasta eu coloco isso pra funcionar, dentro de uma pasta do linux mesmo ou dentro de uma pasta do windows e se for do windows como fazer isso? Antecipadamente obrigado

  54. #54 por PIONNER em 7 \07\UTC junho \07\UTC 2009 - 8:26

    Passei por esse mesmo problema, a solução eh aplicar as teclas shift+ctrl+del….simple em!!! vlw

    …………Muito bom o Tuto…parabéns pelo trampo e obrigado por compartilhar conosco!

  55. #55 por Maxsoell em 16 \16\UTC junho \16\UTC 2009 - 14:44

    Prezados amigos! não estou conseguindo fazer conforme no
    tutorial… mais comigo é diferente estou usando o windows xp(maquina principal) e windows vista (maquina virtual) ha dias estou tentando fazer… e não consigo acessar os arquivos da maquina principal!
    Já utilizei esta dica abaixo e nada!!! alguém pode passar uma ajuda?

    Consegui acessar os arquivos do PC hospedeiro pelas pastas compartilhadas do próprio VirtualBox. Muito fácil. Você tem que clicar em DISPOSITIVOS e depois na última opção, INSTALAR ADICIONAIS PARA CONVIDADOS. Depois de clicar aí, vá em MEU COMPUTADOR e abra o CD ROM. Lá já está uma imagem criada pelo próprio VirtualBox para instalar um programa necessário para o compartilhamento dos arquivos entre HOSPEDEIRO – MÁQUINA VIRTUAL. Depois de instalar o programa, reinicie o Windows (no meu caso) e compartilhe as pastas que quiser. Dentro do Windows elas estarão em MEUS LOCAIS DE REDE>TODA A REDE>VIRTUALBOX SHARED FOLDERS.
    Mesmo assim, muito obrigado pela ajuda.

  56. #56 por Edgar Gabaldi em 4 \04\UTC julho \04\UTC 2009 - 17:09

    E ai camarada, ótimo artigo. Gostaria de dar uma dica para seu script que pode deixá-lo mais “cross-distro” hehehe :P

    Inicialmente gostaria de falar sobre sua verificação de usuário root! se eu sou um usuário normal e estou digitando “su” (Sem o -) para virar root, seu script não vai rodar. porque ele não roda alguns scripts de inicialização de sessão sem o -. Então o conteúdo da viriável $USER continua sento o usuário anterior. Uma coisa que pode resolver esse problema é verificar se o $UID é 0 (zero). porque independente de como ele consiga o privilégio de root, essa variável é sempre testada.

    Outra coisa, ainda nas verificações, os binários que fazem o bridge, você coloca o caminho absoluto. De distribuição para distribuição isso pode mudar, por exemplo aqui no Fedora 11 o tunctl fica em /usr/bin.

    Essa verificação, você poderia usar o which… como no exemplo abaixo:

    if ! [ -f `which tunctl` ] ; then
    echo “Falta os pacotes…”;
    exit 2;
    fi

    O which procura determinado binário nos diretórios que estão na variável de ambiente $PATH.

    :-)

  57. #57 por Gabriel em 14 \14\UTC outubro \14\UTC 2009 - 18:57

    Oi, muito obrigado isso me ajudou muito tá tudo funcionando menos o som, acho que o windows não reconheceu minha placa não sei mas ele não reproduz som e não aparece nenhum dispositivo de som lá, se puder me ajudar agradeceria muito
    obrigado

  58. #58 por fabianovasconcelos em 27 \27\UTC novembro \27\UTC 2009 - 18:32

    Cara, muito obrigado pelas dicas! Não fosse pela tua ajuda eu não teria conseguido compartilhar as pastas. Não sabia que precisava instalar “adicionais para convidado”. É muito bom que você enfatize isso (mais ainda) no teu blog, porque muita gente lê as instruções que vem no próprio VirtualBox, na caixa de compartilhamento, mas que não menciona nada de baixar iso.

    Um bom FDS! :D

  59. #59 por Toninho em 7 \07\UTC janeiro \07\UTC 2010 - 12:22

    Obrigado e parabéns pelo tutorial.
    Gostaria de dar uma contribuição.
    Instalei o Virtualbox no ubuntu 8.04 como as instruções acima, porem na hora de instalar os “adicionais para convidado” constatei que o arquivo VBoxGuestAdditions_1.5.6.iso baixado como as instruções acima estava corrompido, por algum motivo o download não foi bem sucedido.
    pesquisando encontrei outra alternativa de download em:

    ftp://ftp.dvo.ru/pub/distfiles/VBoxG…ions_1.5.6.iso

    Fiz o download, subistitui o arquivo “corrompido” e prosegui com a instalação sem problemas.

    espero que a dica possa ajudar.

    abraço a todos.

  60. #60 por ioca100 em 9 \09\UTC fevereiro \09\UTC 2010 - 12:24

    Instalei o XP no VB , como hospedeiro,no Ubuntu 9.10, mas não consigo imprimir na Lexmark z22, porta paralela.Tem como?

  61. #61 por Leandro em 5 \05\UTC abril \05\UTC 2010 - 20:13

    Valeu cara pelas dicas estou começando agora no mundo ubuntu mas ja gostei

  62. #62 por mduarte em 22 \22\UTC abril \22\UTC 2010 - 20:10

    So quero dizer PARABÉNS !!!

  1. Criando seu próprio LiveCD Ubuntu « Hamacker’s Palace
  2. Usando o Remastersys para criar Ubuntu Livecd at Jaccon’ s Blog
  3. Como compartilhar pastas no virtualbox « Hamacker’s Palace
  4. VirtualBox - “com suporte USB” « UBUNTU - Minha Vida
  5. VirtualBox Personal Edition no Ubuntu Hardy Heron « Hamacker’s Palace
  6. VirtualBox Personal Edition para Ubuntu Hardy Heron « Hamacker’s Palace
  7. Planeta Ubuntu-BR recomenda - USE FORESIGHT
  8. Criando seu livecd/dvd com o remastersys « 3c0linux
  9. Faça do Ubuntu, seu desktop perfeito! « Tipps und Tricks
%d blogueiros gostam disto: